22 de Setembro: Dia Mundial Sem Carro

O Dia Mundial Sem Carro é uma iniciativa criada para, além de melhorar o trânsito nas cidades, conscientizar a população quanto ao uso excessivo do automóvel particular. A dependência se torna cada vez maior.

Prático, cômodo e eficiente – adjetivos que encantam os então, motoristas. Uma das justificativas para o aumento da quantidade de automóveis nas ruas é a falta de uma estrutura que suporte os demais meios de locomoção. Uma das propostas, que ainda enfrenta desafios para se consolidar como alternativa nos centros urbanos do Brasil é a bicicleta.

No Brasil são mais de 2,5 mil quilômetros de vias cicloviárias. A cidade de São Paulo, por exemplo, possui cerca de 468 km de ciclovias e ciclofaixas: Rede Cicloviário Centro; Ciclovia R. Silva Pinto; Ciclovia Perdizes e Santa Cecília/ Higienópolis; Ciclovia Pacaembu; Ciclovia na Avenida Antônio Estêvão de Carvalho; Ciclovia Luz/ Bom Retiro; Ciclovia Liberdade/ Vergueiro; e a Ciclovia da Avenida Paulista.

Ainda em crescimento, movimentos como o Dia Mundial Sem Carro são ações pontuais e importantes para celebrar e dar visibilidade à causa.


Artigos relacionados

Código de Ética e Disciplina do CAU/BR – 2.2.7

A diretriz 2.2.7 do Código de Ética e Disciplina do CAU/BR estabelece os três pilares básicos da boa arquitetura.

Oscar Niemeyer no Roda Viva

Niemeyer ficou mundialmente conhecido pela ousadia inovadora de sua arquitetura cheia de curvas. Os prédios que abrigam o Governo Federal brasileiro são apenas alguns exemplos de sua vasta produção.

Iphan autoriza construção de Silvio Santos nos arredores do Teatro Oficina

O Teatro Oficina, projetado por Lina Bo Bardi e Edson Elito, corre o risco de ter seu entorno alterado devido a aprovação da construção de duas torres residenciais de cem metros de altura, que serão instaladas no terreno ao lado

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta