Arquiteturas: Arcos da Lapa

Arquiteturas: Arcos da Lapa

Antes da boemia, dos bares, do samba e dos bondes de Santa Tereza, os famosos Arcos da Lapa serviam a um Rio de Janeiro bem diferente, uma cidade pequena, colonial, sem saneamento e que, portanto, precisava das águas do Rio Carioca para abastecimento público. Os Arcos são a maior obra arquitetônica do período colonial no Brasil e cartão postal da cidade. Hoje a Lapa foi revitalizada pela música de sua história boêmia e por onde passava a água agora passam os trilhos do bonde, que foi reformado.

Para conhecer melhor essa história, veja o episódio da série Arquiteturas sobre o bairro:



Artigos relacionados

Cinco prédios brasileiros vencem prêmio internacional de arquitetura

Dos 31 premiados pelo Mies Crown Hall Americas Prize, cinco são brasileiros. Destaques foram escolhidos entre 200 concorrentes da América do Norte e do Sul Via Gazeta do Povo     O prêmio de arquitetura Mies Crown Hall Americas Prize (MCHAP)

Nova lei de licitações, piorando o que já é péssimo por Raquel Rolnik

Raquel Rolnik fala sobre as desvantagens da nova lei de licitações para o planejamento urbano.

Código de Ética e Disciplina do CAU/BR – 2.2.7

A diretriz 2.2.7 do Código de Ética e Disciplina do CAU/BR estabelece os três pilares básicos da boa arquitetura.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta