Arquiteturas: Largo da Batata

Arquiteturas: Largo da Batata

No final de 2013, diversos moradores ficaram incomodados com o resultado da reforma do Largo da Batata. Alguns itens do projeto de requalificação não foram executados e a esplanada se tornou um grande espaço vazio de concreto. Os frequentadores resolveram se reunir no largo e debater possibilidades de intervenções urbanas. Cinco anos depois o Largo da Batata ganha nova vida e hoje recebe shows e eventos. Tornou-se um espaço de inovação urbana.

Para conhecer melhor essa história, veja o episódio da série Arquiteturas sobre a grande esplanada:


Artigos relacionados

São Paulo: patrimônio cultural em risco

Após o Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (CONDEPHAAT) ter voltado atrás na decisão que impedia a construção de duas torres no terreno adjacente ao Teatro Oficina – colocando em risco

Estudantes brasileiros vencem Prêmio global da Schindler

A premiação, que aconteceu no dia 25 de abril, no Monte Líbano, em São Paulo, teve como tema soluções de arquitetura e design urbano para a área do Ceagesp, de 700 mil metros quadrados. A equipe vencedora, que recebeu um

Plano Piloto de Brasília

A nova capital foi projetada com um modelo urbanístico inovador. Seu plano piloto adota os preceitos da famosa Carta de Atenas, de 1933. O documento redigido pelo arquiteto franco-suíço Le Corbusier propunha um zoneamento seletivo, com uma divisão de áreas segundo quatro funções: habitar, trabalhar, circular e recrear.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta