Arquiteturas: Minhocão

Arquiteturas: Minhocão

O Minhocão foi construído como uma solução de via expressa entre a Zona Leste e Oeste antes da construção da Marginal Tietê. Sua construção foi controversa desde o início, uma via expressa imposta em um bairro residencial pelo governo no contexto da ditadura militar.

Entretanto, com o passar das décadas, alternativas de trânsito e mobilidade surgiram e, associados com o aumento das liberdades, reascendeu-se a contestação à necessidade de se manter o elevado frente aos transtornos que ele causa. Devido ao barulho, ele foi bloqueado durante à noite. Mas isso gerou uma ocupação espontânea da população nesses horários, principalmente skatistas. Bloqueado aos carros também aos domingos, a ocupação de lazer somente aumentou.

Atualmente três grupos se articulam para definir o futuro do Minhocão e duas propostas se polarizam: parque ou demolição. Fato é que o Novo Plano Diretor prevê a desativação do Minhocão para a função de via expressa.

Assista aqui no Arquitetura para Todos o episódio sobre o Minhocão, na íntegra:



Artigos relacionados

Proposta para Parque Augusta transforma Cyrella e Setin em zeladoras da Praça Roosevelt

O prefeito de São Paulo, João Doria Junior (PSDB) pretende dar novo destino ao parque Augusta. Após reunião em Xangai, na China, o prefeito declarou que a negociação com as empresas Cyrella e Setin quanto a criação do Parque Augusta incluirá

Proposta para aumentar altura dos prédios em São Paulo será levada à Câmara

A gestão de João Doria (PSDB), atual prefeito de Sao Paulo, quer permitir o aumento da altura máxima de prédios em ruas tranquilas da capital – vias sem acesso direto a transporte público. Atualmente, o limite é de 28 metros,

São Paulo e Rio – potencial para serem cidades globais

Nova York, Londres, Paris, Tóquio e Hong Kong lideram o ranking da A. T. Kearney, uma consultoria internacional, como as cidades mais globais do planeta. Antes da atual crise argentina, Buenos Aires entrou na lista dos 20 lugares que mais

Um comentário

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta