Brasil consegue 2° lugar em concurso de arquitetura em aço

Brasil consegue 2° lugar em concurso de arquitetura em aço

A equipe da Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo, foi classificada em segundo lugar no 11º Concurso Alacero de Diseño en Acero para Estudiantes de Arquitectura. O primeiro lugar ficou com a equipe da Universidad Finis Terrae, do Chile, e uma menção honrosa foi concedida a uma equipe colombiana.

O grupo da Universidade Mackenzie representou o Brasil no concurso latino-americano, após vencer o 11º Concurso para Estudantes de Arquitetura do Centro Brasileiro da Construção em Aço (CBCA) com um projeto para a temática “Pavilhão com Estufa para Parque Botânico”. A solução se destacou por sua relevante inserção urbana e resolução de programa, além de uso e detalhamento consideráveis da estrutura de aço.

 

Equipe de estudantes da Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo

 

O Concurso Alacero de Diseño en Acero para Estudiantes de Arquitectura é promovido pela Associación Latino Americana del Acero (Alacero). Sua comissão julgadora é composta por profissionais dos países que tiveram representantes na competição: Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, México e República Dominicana.

Desde 2008, a CBCA e o Alacero são parceiros na realização do Concurso para Estudantes de Arquitetura, sendo a CBCA responsável pela realização da etapa brasileira. Ao longo desses anos, a competição nacional já contou com mais de 2 mil equipes inscritas e cerca de 120 universidades participantes ao ano.

 

Texto publicado originalmente em ARCOweb

 



Artigos relacionados

Arquiteturas: Ribeira

O bairro do Ribeira, na zona portuária de Natal, tem uma extensa história de boemia e vida noturna. Seu auge foi durante a Segunda Guerra, devido à forte presença de soldados americanos. Com a decadência industrial e a mudança do

Sede da Fundação Norman Foster é inaugurada em Madri

A inauguração, que aconteceu no dia 1 de junho, foi marcada pelo Fórum Future is Now e contou com participantes de destaque no mundo da arquitetura e urbanismo, como Alejandro Aravena, ganhador do Prêmio Pritzker em 2016. A sede foi

CAU/ BR defende uma recuperação dos centros urbanos com foco na habitação social

Entidade sugere uma Política de Estado que trate do drama social dos sem-teto   A tragédia do incêndio e desabamento do edifício Wilton Paes de Almeida, no centro de São Paulo, motivaram o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta