ONU Habitat premia brasileira por projeto em Florianópolis

ONU Habitat premia brasileira por projeto em Florianópolis

A arquiteta recém-formada pela UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), Mariana Morais Luiz, de 23 anos, venceu o prêmio Urban Revitalization of Mass Housing, pela categoria regional América Latina e Caribe. O concurso foi organizado pela ONU Habitat, que discute moradia e desenvolvimento sustentável. Sua proposta de conclusão de curso, Gente e Gesto na Cidade “Formalizada”, para a comunidade Chico Mendes, na região continental de Florianópolis, já era vencedora da categoria nacional.

Além do desenho arquitetônico, houve uma preocupação em promover os laços sociais da comunidade. Foram criadas áreas de lazer, trabalho e espaços públicos. Dessa forma, os moradores podem trabalhar em hortas, compostagem ou comércio, estando próximos a áreas de convivência, com espaços para esportes, eventos culturais e educação ambiental.

Informações do Jornal Correio Braziliense desta segunda-feira, leia a reportagem na íntegra aqui.


Artigos relacionados

Primeira edição do Arq21 debate assuntos ligados à metrópoles contemporâneas

Inicia nesta quarta-feira, dia 24 de fevereiro, o circuito de seminários do projeto Arq21, realizado pelo IAB.

CAU/BR e o IAB/DF abrem concurso público para a novas sedes em Brasília

Concurso Nacional de Projetos de Arquitetura e Complementares para Nova Sede do CAU/BR e do IAB-DF premiará o vencedor em R$ 1.491.982,00

Marcelo Perret: sustentabilidade e acessibilidade são essenciais

Para o arquiteto Marcelo Perret, conselheiro do CAU/RJ e coordenador do Comissão de Ética Profissional da entidade, a Arquitetura precisa unir acessibilidade, sustentabilidade e plástica. Ele não arrisca indicar um exemplo que una os três itens. [youtube https://www.youtube.com/watch?v=neBnQvTpWdM&w=832&h=h468] Relacionado

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta