Brasília completa 30 anos como Patrimônio Cultural da Humanidade

Brasília completa 30 anos como Patrimônio Cultural da Humanidade

Patrimônio Cultural da Humanidade há trinta anos, há quem diga que Brasília seja um tesouro urbanístico desde a concepção, quando ainda era um apenas um projeto de capital idealizado por Lucio Costa.

Nesta semana, a cidade comemorou o título que recebeu da Unesco em 1997 e, por isso, o arquiteto e professor aposentado da UnB Antônio Carlos Carpintero, fez questão de destacar: é um “apaixonado por Brasília”.

Para além dos monumentos e do formato de “avião” que tem o Plano Piloto visto de cima, segundo o arquiteto, é o céu que carrega o elemento estético mais emblemático da capital – o horizonte.

Inspiração para músicos e poetas candangos, o “céu azul de nuvens doidas”, que também fica laranja, amarelo, rosa e roxo, pode ser visto de qualquer lugar no centro de Brasília.

Essa relação com a natureza deve-se principalmente à topografia plana e elevada do planalto central, que segundo Carpintero, Lucio Costa soube aproveitar para transformar a nova capital em um monumento a céu aberto.

Com amplas avenidas, ruas sem esquina, prédios espaçados e extensas áreas verdes, Brasília é o exemplo tupiniquim do conceito de cidade jardim e a expressão da modernidade, diz o arquiteto.

 

“Os prédios estão diretamente ligados aos gramados. A cidade como que brota no meio do parque.”

 

A própria largura do Eixão, com quatro faixas em cada sentido – especialmente em uma época que a indústria automotiva iniciava as atividades no país – revela a preocupação do urbanista com a estética da cidade. “Ele queria deixar o horizonte sempre visível. Aproveitá-lo ao máximo. E também tem a questão da monumentalidade.”

 

 

Via: G1



Artigos relacionados

O Projeto de Lei para uma nova Lei da Anistia

A proposta da nova Lei da Anistia prevê a regularização  considerando três modalidadeS: automática, declaratória e comum.   Entenda: Regularização Automática: para edificações residenciais de até 150m² Nestes casos, a regularização acontecerá de maneira automática e o interessado será responsável

Jaime Lerner completa 80 anos

O arquiteto Jaime Lerner completou 80 anos no dia 17 de dezembro de 2018. Eleito 2º maior urbanista do mundo, Lerner é reconhecido pela trajetória construída em Curitiba. Três vezes prefeito da cidade, ele liderou a revolução que fez do

Plataforma online conta a história do urbanismo no Brasil

Desde 2003 é realizado um projeto de pesquisa intitulado Cronologia do Pensamento Urbanístico. Desenvolvida pelo Laboratório de Estudos Urbanos (PROURB/FAU-UFRJ) em colaboração com o Laboratório Urbano (PPG-AU/FAUFBA), a pesquisa apresentada é centrada na historiografia do pensamento urbanístico com foco na

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta