Carlos Bratke, um não-alinhado

Carlos Bratke, um não-alinhado

Nascido em uma família de arquitetos, Carlos Bratke (1942) é autor de centenas de projetos, muitos deles premiados em razão do experimentalismo formal e técnico.
Formado em 1967 pela Universidade Mackenzie, integrou a primeira geração de arquitetos paulistas a contestar os dogmas da arquitetura moderna – o grupo acabou rotulado como os “não-alinhados” e inclui Tito Lívio Frascino, Vasco de Mello, Roberto Loeb, Pitanga do Amparo, Eduardo Longo e Artur Navarrete.
Carlos Bratke presidiu a Fundação Bienal (entre 1999 e 2002) e o Instituto de Arquitetos do Brasil/Departamento de São Paulo (gestão 1992/1993).

 


Artigos relacionados

Casa com jeito de praça

Marcos de Azevedo Acayaba (São Paulo SP 1944). Arquiteto, urbanista e professor. Em 1969, forma-se na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo – FAU/USP, escola na qual leciona temporariamente entre 1972 e 1976, e definitivamente desde

Julia Boaro, morador do Copan

O web-designer Julio Boaro escolheu morar num kitnet do Edificio Copan. Com mais de mil apartamentos, distribuídos por 32 andares, o prédio ícone da arquitetura paulistana possui uma galeria comercial em seu térreo, que para Julio funciona como a praça onde

Al Jazeera: Arquitetura Rebelde

Em agosto deste ano a rede de TV Al Jazeera lançou uma série de seis reportagens chamada Arquitetura Rebelde (Rebel Architecture, tradução livre). O objetivo é mostrar alguns arquitetos que usam sua profissão como forma de resistência e questionamento.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Seu e-mail nâo será publicado.
Campos obrigatórios estão marcados*