Cau/SP realizará seminário sobre acessibilidade e desenho universal

Cau/SP realizará seminário sobre acessibilidade e desenho universal

“A arquitetura e o urbanismo têm como um de seus princípios a modificação benéfica do ambiente natural de foram a promover a evolução da sociedade e do próprio ser humano.”- CAU/SP.

A ideia de simplificar a vida de todas as pessoas, independente das suas necessidades singulares, já vem sendo apresentada em projetos arquitetônicos e urbanísticos há algum tempo, mas, visando a ampliação de conhecimento dos arquitetos e urbanistas, o Grupo de Trabalho de Acessibilidade do CAU/SP decidiu organizar, no mês de abril de 2016, o “1º Seminário Acessibilidade e Desenho Universal na Arquitetura e Urbanismo”.

O evento, que acontecerá por toda a manhã do dia 14, no auditório do Hotel Comfort, próximo da estação República do metrô, será composto por três mesas de debates e apresentações divididas em: Desenho Universal – Nova maneira de conceber projetos; Aspectos legislativos, ética e a prática profissional e Acessibilidade – Desafio aos projetos escritórios de arquitetura.

Mostrando formas de criar cidades mais inclusivas, além de diferenciar dois conceitos comumente confundidos – o de acessibilidade e de desenho universal-, o evento busca incentivar a evolução de projetos, sendo eles mais adequados e conscientes para sociedade que vivemos atualmente.

As inscrições para o Seminário devem ser feitas por e-mail: gt@causp.gov.br e a programação completa você pode ver aqui.

Então anota na agenda:

Dia: 14.04.2016

Horário: 8h30 ao 12h30

Local: Auditório do Hotel Comfort Rua Araújo,141 – São Paulo – próximo ao metrô República


Tags:
São Paulo

Artigos relacionados

Inaugurado o primeiro edifício brasileiro assinado por Norman Foster

São 21 andares e uma vista de arrepiar. De um lado a Baía de Guanabara, de outro o morro da Providência, o relógio da Central do Brasil, o Pão de Açúcar e o Corcovado. O Aqwa Corporate, projetado pelo arquiteto

João Batista Vilanova Artigas

Vilanova Artigas foi um expoente da chamada Escola Paulista de arquitetura moderna. Ele lecionou e reformulou o curso de arquitetura da da FAU – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, prédio que ele mesmo projetou, transformando a própria estrutura do espaço acadêmico em uma aula de arquitetura.

Paulo Mendes da Rocha abre série de palestras sobre o Centenário de Artigas

Programação se aprofunda no legado do arquiteto paulista

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta