Dois projetos brasileiros são finalistas do 2018 Mies Crown Hall Americas Prize

Dois projetos brasileiros são finalistas do 2018 Mies Crown Hall Americas Prize

O diretor Dirk Denison e o presidente do júri do MCHAP de 2018, Ricky Burdett, anunciaram os seis finalistas da edição de 2018 do Mies Crown Hall America Prize. Selecionados de uma lista de 31 projetos, esses projetos concorrerão ao prêmio principal que será anunciado em outubro. Os autores do prêmio vencedor receberão US$ 50.000 para financiar pesquisas e uma publicação, além de serem reconhecidos como Presidentes Honorários da MCHAP na Faculdade de Arquitetura do IIT.

Conheça os seis edifícios finalistas – entre eles estão dois projetos brasileiros, o IMS Paulista, realizado por Andrade Morettin Arquitetos Associados, e o Sesc 24 de Maio, realizado por Paulo Mendes da Rocha e MMBB Arquitetos. Todos foram concluídos entre janeiro de 2016 e dezembro de 2017. Os textos descritivos, fornecidos pelo júri do MCHAP, celebram os méritos de cada projeto.

 

  • IMS Paulista, da Andrade Morettin Arquitetos Associados em São Paulo, Brasil
  • Edificio E, University of Piura, da Barclay & Crousse Architecture, em Piura, Peru
  • SESC 24 de Maio, de Paulo Mendes da Rocha e MMBB Arquitetos, em São Paulo, Brasil
  • Museu Smithsonian de História e Cultura Afro-americana, de Freelon Adjaye Bond; Smith Group; em Washington, EUA
  • Centro Cultural Teopanzolco, de Isaac Broid + PRODUCTORA; em Cuernavaca, México
  • True North, de Edwin Chan, EC3; em Detroit, EUA

 

O Júri MCHAP 2018 inclui o Presidente do Júri Ricky Burdett CBE, Professor de Estudos Urbanos e Diretor das Cidades LSE e do Programa Urban Age (Londres), José Castillo, Diretor do Arquitectura 911sc (Cidade do México), Ron Henderson, Professor do Illinois Institute of Technology e Diretor do Mestrado em Arquitetura e Urbanismo Paisagístico (Chicago), Rodrigo Pérez de Arce, Professor da Faculdade de Arquitetura, Desenho e Estudos Urbanos, Pontifícia Universidade Católica (Santiago), e Claire Weisz, Diretora Fundadora da WXY (Nova York).

 

Texto original: Archdaily

 



Artigos relacionados

Em São Paulo, parques naturais municipais estão abandonados desde maio

Não há quem vigie os parques naturais municipais de São Paulo desde maio deste ano. A empresa responsável, a Atlântico Sul Vigilância e Segurança EIRELI, abriu falência em abril. Em maio seus funcionários abandonaram os postos na capital e desde então as unidades de conservação da cidade estão sem vigilância.

Mudanças no Estatuto da Metrópole são aprovadas pelo Senado e vão a sanção

Via CAU/BR   O Senado aprovou na última segunda-feira (28/5) a prorrogação do prazo para estados e municípios de regiões metropolitanas apresentarem os Planos de Desenvolvimento Urbano Integrado (PDUI), que se tornaram obrigatórios com o Estatuto da Metrópole. O novo

MOSTRA LE CORBUSIER

O Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, inaugura no dia 16 de junho, sábado, às 14h00, a exposição ‘Experimentando Le Corbusier – Interpretações contemporâneas do modernismo’. Com curadoria de Pierre Colnet e

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta