Elizabeth Diller entre as 100 pessoas mais influentes do mundo segundo a revista TIME

A arquiteta Elizabeth Diller, do escritório Diller Scofidio + Renfro, foi novamente nomeada uma das pessoas mais influentes do mundo pela TIME em 2018. A lista anual da TIME Magazine, chamada de “Time 100”, reconhece a conquista dos artistas, líderes, ativistas, empreendedores e atletas mais exemplares em suas áreas de atuação. Elizabeth foi nomeada para a categoria de “Titãs”, juntamente com Roger Federer, Oprah Winfrey, Jeff Bezos, Elon Musk e Kevin Durant. Esta é a segunda vez que Diller consta na lista da revista, mas a primeira como uma “Titã”. Elizabeth Diller apareceu por primeira vez na lista “TIME 100” em 2009, juntamente com seu parceiro Ricardo Scofidio. Outras personalidades homenageadas neste ano são Shinzo Abe, Justin Trudeau, Xi Jinping e Jimmy Kimmel.

Elizabeth Diller é sócia do escritório Diller Scofidio + Renfro, juntamente com seu companheiro e marido Ricardo Scofidio, Benjamin Gilmartin e Charles Renfro. A empresa também é conhecida pelo projeto do High Line, em Nova York, e pelo projeto de expansão do MoMA, o Museu de Arte Moderna também Nova York. Este ano, o escritório concluiu o Zaryadye Park em Moscou, além de ter sido reconhecido como o melhor projeto de arquitetura pública do mundo pelos prêmios BOTY.

Outros projetos notáveis incluem o Alice Tully Hall, o Hypar Pavilion e a The Juilliard School no Lincoln Center de Nova Iorque; o Museu Olímpico dos EUA e o Hall da Fama; O Centro de Educação Roy e Diana Vagelos da Universidade de Columbia; O Museu de Arte da UC Berkeley e Pacific Film Archive; O Centro para as Artes Criativas da Brown University; O Museu da Imagem e do Som [MIS] no Rio de Janeiro; e o primeiro Campus internacional da Juliard School, que será construído na China.

Em 2013, Wang Shu apareceu na lista da TIME na categoria “artistas”. Em 2016, Bjarke Ingels também fez parte da lista na mesma categoria, apresentado por Rem Koolhaas naquela ocasião. Em 2017, David Adjaye foi um dos indicados para a categoria “ícones”.

A nomeação de Elizabeth Diller na categoria de “Titãs” deste ano coloca a arquiteta em uma posição acima do comum em termos de prestígio e significado no mundo da arquitetura.

 

Via Archdaily

 



Artigos relacionados

Exposição Lina Bo Bardi

A exposição Lina Bo Bardi Drawing, da Fundació Joan Miró, que acontece entre os dias 15 de fevereiro e 26 de maio, é sobre o profundo senso de conexão que a artista Lina Bo Bardi (1914-1992) tinha com o desenho.

Moradias Infantis: arquitetos brasileiros ganham o Prêmio Internacional RIBA

O escritório brasileiro Aleph Zero, dos arquitetos e urbanistas curitibanos Gustavo Utrabo e Pedro Duschenes, venceu o Prêmio Internacional RIBA (Royal Institute of British Architects)  2018 pelo projeto Moradias Infantis, em Formoso do Araguaia (TO), elaborado em parceria com o

O papel do CAU

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo, CAU/BR, lança série de vídeos mostrando qual a missão e a função dos Conselhos de Arquitetura e Urbanismo. Em um dos episódio, eles mostram como foi a luta dos arquitetos e urbanistas pela criação

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta