Espaço de residencia na Vila Itororó será revitalizado

Espaço de residencia na Vila Itororó será revitalizado

Com o propósito de diversificar e aumentar a participação de pessoas e coletivos na revitalização da Vila Itororó, localizada no bairro da Bela Vista, em São Paulo, o instituto Goethe-Institut lançou um concurso que selecionará 10 projetos de dinamização e experimentação do espaço da “Casa 8”.

Os projetos, que terão duração de um mês cada, poderão problematizar diversos assuntos como: as políticas de espaço, a relação centro-periferia, o processo de gentrificação até narrativas singulares e a maneira como o espaço compõe uma dinâmica urbana global e ampla.

Construída entre 1992 e 1929, a Vila Itororó foi a primeira vila operária de São Paulo. O espaço é caracterizado por sua topografia irregular e suas casas voltadas para dentro das ruas internas. A área, que ficou abandonada por anos, foi declarada área de utilidade pública pela prefeitura de São Paulo em 2006, mas só em 2013 começou a restauração do conjunto.

Para os que ficaram interessados, os projetos poderão ser enviados até o dia 28 de agosto e os ganhadores só serão executados a partir de fevereiro de 2017. A inscrição é livre para qualquer área das artes e cultura, não tendo uma restrição quanto ao suporte ou ao formato do projeto.

Outras informações podem ser vistas no site do instituto.



Artigos relacionados

Obras de Oscar Niemeyer são tombadas como Patrimônio Cultural

No dia 7 de junho, o Ministério da Cultura decretou o tombamento de 27 obras projetadas pelo arquiteto. Entre elas está o Palácio da Alvorada, o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional, o Museu da Arte Contemporânea em Niterói e

Em São Paulo, parques naturais municipais estão abandonados desde maio

Não há quem vigie os parques naturais municipais de São Paulo desde maio deste ano. A empresa responsável, a Atlântico Sul Vigilância e Segurança EIRELI, abriu falência em abril. Em maio seus funcionários abandonaram os postos na capital e desde então as unidades de conservação da cidade estão sem vigilância.

Exposição Transarquitetônica, de Henrique Oliveira, no MAC-USP

A exposição permanece até 30 de novembro, aberta ao público às terças-feiras das 10 às 21 horas e de quarta a domingo das 10 às 18 horas. A entrada é gratuita.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta