Estudantes brasileiros vencem Prêmio global da Schindler

A premiação, que aconteceu no dia 25 de abril, no Monte Líbano, em São Paulo, teve como tema soluções de arquitetura e design urbano para a área do Ceagesp, de 700 mil metros quadrados.

A equipe vencedora, que recebeu um prêmio de 105 mil dólares, é composta pelos alunos Eduardo Ganança, Luiz Boschi Grecco e Jessica Luchesi, com orientação de Fábio Mariz Gonçalves. Consagraram-se em segundo e terceiro lugares grupos da Suíça e China, respectivamente.

Nessa sétima edição do Prêmio global da Schindler, mais de 150 trabalhos foram avaliados e julgados por alguns profissionais ligados à área de arquitetura e urbanismo, como os brasileiros Ciro Biderman, Adriana Levisky e Carlos Leite e os internacionais Hubert Klumpner e Paola Viganò.

Para acompanhar o ranking completo, basta acessar o site do Schindler: http://www.schindler.com/award/internet/en/news/Nominations2017.html


Artigos relacionados

22 de Setembro: Dia Mundial Sem Carro

O Dia Mundial Sem Carro é uma iniciativa criada para, além de melhorar o trânsito nas cidades, conscientizar a população quanto ao uso excessivo do automóvel particular. A dependência se torna cada vez maior. Prático, cômodo e eficiente – adjetivos

Dominque Cortês de Lima: bom projeto tem de ser prático

A arquiteta Dominque Cortês de Lima, de Brasília acha que um bom projeto tem de ser prático. [youtube https://www.youtube.com/watch?v=jN2y4zOhydg&w=832&h=h468] Relacionado

Anunciados os vencedores da Bienal de Veneza de 2018

As curadoras da Bienal de Veneza de 2018, Yvonne Farrell, e Shelley McNamara, da Grafton Architects, anunciaram as contribuições vencedoras para a 16ª Exposição Internacional de Arquitetura.  Entre os destaques está o português Eduardo Souto de Moura. O arquiteto venceu

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta