Estudantes brasileiros vencem Prêmio global da Schindler

A premiação, que aconteceu no dia 25 de abril, no Monte Líbano, em São Paulo, teve como tema soluções de arquitetura e design urbano para a área do Ceagesp, de 700 mil metros quadrados.

A equipe vencedora, que recebeu um prêmio de 105 mil dólares, é composta pelos alunos Eduardo Ganança, Luiz Boschi Grecco e Jessica Luchesi, com orientação de Fábio Mariz Gonçalves. Consagraram-se em segundo e terceiro lugares grupos da Suíça e China, respectivamente.

Nessa sétima edição do Prêmio global da Schindler, mais de 150 trabalhos foram avaliados e julgados por alguns profissionais ligados à área de arquitetura e urbanismo, como os brasileiros Ciro Biderman, Adriana Levisky e Carlos Leite e os internacionais Hubert Klumpner e Paola Viganò.

Para acompanhar o ranking completo, basta acessar o site do Schindler: http://www.schindler.com/award/internet/en/news/Nominations2017.html


Artigos relacionados

Palácio Joaquim Nabuco fecha suas portas para se tornar museu

O prédio, localizado na Rua da Aurora, na área central do Recife, sedia a Assembleia Legislativa do Estado (Alepe) há 142 anos. A proposta é transformar o espaço no Museu Legislativo do Estado. Ele será fechado a partir de terça-feira

Prédio tombado da IAB/SP recebe prêmio internacional

O prédio sede da IAB/SP recebeu a medalha de prata no “Domus International Award for Restoration and Preservation”

No aniversário de Oscar Niemeyer, auditório do Memorial é reaberto

Passou-se quatro anos desde que o auditório Simon Bolivar, projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, foi atingindo por um incêndio que destruiu boa parte de sua estrutura e diversas obras de arte que compunham o espaço. Agora, 15 de dezembro de

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta