Exposição do CAU/GO revela 80 melhores imagens do concurso

Exposição do CAU/GO revela 80 melhores imagens do concurso

Após receber mais de 130 inscrições, com 317 imagens, para seu 1º Concurso de Fotografia, o CAU/GO realiza de 4 a 29 de outubro uma exposição fotográfica com as 80 melhores imagens enviadas ao Conselho. A mostra estará aberta ao público no Salão de Exposições da Escola de Artes e Arquitetura da PUC Goiás, no setor Leste Universitário, das 8h às 13h e das 16h30 às 21h30, de segunda a sexta.

Clique aqui para conhecer os participantes selecionados.

Com o tema “Patrimônio Histórico na Arquitetura e Urbanismo”, o objetivo do concurso foi estimular a observação e o registro de elementos arquitetônicos e urbanísticos, relacionados à memória e identidade goiana, conforme afirmou a gerente geral do CAU/GO, Isabel Barêa Pastore.

Na abertura da exposição no dia 3 de outubro, os autores das três melhores imagens foram premiados. O primeiro colocado, Marco Antônio de Faria Galvão, recebeu um prêmio de R$ 5 mil. A segunda, Isadora Pereira Lima, de R$ 3,5 mil. E o terceiro, Luiz Evandro Triers Filho, de R$ 1,5 mil.

Foram responsáveis pela avaliação e seleção das imagens a arquiteta e urbanista Márcia Guerrante, conselheira do CAU; a arquiteta e urbanista Dafne Mendonça, do Iphan; e o fotógrafo Weimer Carvalho, editor de fotografia do jornal O Popular.

Serviço

Exposição Fotográfica – Patrimônio Histórico na Arquitetura e Urbanismo

Data: 4 a 29 de outubro de 2018

Horário: 8h às 13h – 16h30 às 21h30

Local: Escola de Artes e Arquitetura da PUC Goiás – Área III

Endereço: Primeira Avenida, qd. 88, Leste Universitário, Goiânia, GO (esquina com Av. Universitária)



Artigos relacionados

Entrevista: Clóvis Ilgenfritz, pioneiro na Arquitetura de Habitação Social no Brasil

Clóvis Ilgenfritz da Silva é arquiteto e urbanista nascido em Ijuí, uma das mais populosas cidades da região noroeste do Rio Grande do Sul. Formado em 1965 pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Clóvis dedicou sua vida

Morre arquiteto e urbanista Paulo Casé, aos 87 anos

Paulo Casé faleceu na segunda-feira, 27 de agosto. Há cerca de um mês, o arquiteto e urbanista estava internado, após sofrer um AVC. Casé deixa quatro filhos, cinco netos e esposa. O velório será amanhã, a partir de 12h, no

Capela Santa Luzia

Suspensa a 31 metros do chão, a capela Santa Luzia, obra tombada como patrimônio cultural de São Paulo, tem quase cem anos de funcionamento. Sua suspensão se dá por meio de oito pilares, quatro de cada lado da estrutura.  

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta