Exposição do CAU/GO revela 80 melhores imagens do concurso

Exposição do CAU/GO revela 80 melhores imagens do concurso

Após receber mais de 130 inscrições, com 317 imagens, para seu 1º Concurso de Fotografia, o CAU/GO realiza de 4 a 29 de outubro uma exposição fotográfica com as 80 melhores imagens enviadas ao Conselho. A mostra estará aberta ao público no Salão de Exposições da Escola de Artes e Arquitetura da PUC Goiás, no setor Leste Universitário, das 8h às 13h e das 16h30 às 21h30, de segunda a sexta.

Clique aqui para conhecer os participantes selecionados.

Com o tema “Patrimônio Histórico na Arquitetura e Urbanismo”, o objetivo do concurso foi estimular a observação e o registro de elementos arquitetônicos e urbanísticos, relacionados à memória e identidade goiana, conforme afirmou a gerente geral do CAU/GO, Isabel Barêa Pastore.

Na abertura da exposição no dia 3 de outubro, os autores das três melhores imagens foram premiados. O primeiro colocado, Marco Antônio de Faria Galvão, recebeu um prêmio de R$ 5 mil. A segunda, Isadora Pereira Lima, de R$ 3,5 mil. E o terceiro, Luiz Evandro Triers Filho, de R$ 1,5 mil.

Foram responsáveis pela avaliação e seleção das imagens a arquiteta e urbanista Márcia Guerrante, conselheira do CAU; a arquiteta e urbanista Dafne Mendonça, do Iphan; e o fotógrafo Weimer Carvalho, editor de fotografia do jornal O Popular.

Serviço

Exposição Fotográfica – Patrimônio Histórico na Arquitetura e Urbanismo

Data: 4 a 29 de outubro de 2018

Horário: 8h às 13h – 16h30 às 21h30

Local: Escola de Artes e Arquitetura da PUC Goiás – Área III

Endereço: Primeira Avenida, qd. 88, Leste Universitário, Goiânia, GO (esquina com Av. Universitária)



Artigos relacionados

São Paulo, Rio e Brasília possuem as maiores áreas urbanas do país, segundo IBGE

O CAU/BR analisou a publicação do IBGE – Áreas Urbanizadas do Brasil 2015 – que fornece um panorama do processo de urbanização do país. Confira:   O Governo Federal lançou em junho a publicação Áreas Urbanizadas do Brasil 2015, produzida pelo

Os jardins verticais e a compensação ambiental

A Justiça negou o pedido do Ministério Público de liminar que impede o município de São Paulo de tratar os jardins verticais como uma compensação ambiental do desmatamento causado pelos novos empreendimentos. De acordo com o promotor de Justiça Marcos

Mudanças no Estatuto da Metrópole são aprovadas pelo Senado e vão a sanção

Via CAU/BR   O Senado aprovou na última segunda-feira (28/5) a prorrogação do prazo para estados e municípios de regiões metropolitanas apresentarem os Planos de Desenvolvimento Urbano Integrado (PDUI), que se tornaram obrigatórios com o Estatuto da Metrópole. O novo

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta