Exposição permite que visitante “coma” Brasília

Exposição permite que visitante “coma” Brasília

A exposição Ciclo – Criar Com o Que Temo comemora os 100 anos dos primeiros ready-made de Marcel Duchamp, artista que inovou ao promover o deslocamento de objetos comuns para o cenário de exposições de arte. A mostra acontece no Centro Cultural Banco do Brasil DF, em Brasília, com 15 artistas expositores.

Umas das peças que mais chama atenção é a “cidade comestível” do artista plástico Sung Dong. Nela é possível ao visitante comer a cidade de Brasília, construída com doces, biscoitos e várias outras guloseimas. A sessão de comilança será aberta neste sábado, às 11 horas da manhã.

Qual parte da arquitetura você vai querer?


Artigos relacionados

Mario Figueroa fala sobre o Museu da Memória e dos Direitos Humanos, no Chile

Reportagem sobre a arquitetura do Museu da Memória e Direitos Humanos do Chile, criado pelo arquiteto Mário Figueroa.

METRO Arquitetos, parceria com Paulo Mendes da Rocha

Fundado em 2000, em S. Paulo, e formado por Martin Corullon e Gustavo Cedroni, METRO é um escritório de arquitetura que desenvolve projetos em diferentes escalas, de instalações temporárias a intervenções urbanas. O trabalho alia uma tradição arquitetônica moderna, proveniente

Arquiteturas: Galeria Metrópole

Exemplo de arquitetura moderna da década de 60, a Galeria Metrópole volta aos tempos de glória com a retomada da valorização do centro de São Paulo

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta