Exposição permite que visitante “coma” Brasília

Exposição permite que visitante “coma” Brasília

A exposição Ciclo – Criar Com o Que Temo comemora os 100 anos dos primeiros ready-made de Marcel Duchamp, artista que inovou ao promover o deslocamento de objetos comuns para o cenário de exposições de arte. A mostra acontece no Centro Cultural Banco do Brasil DF, em Brasília, com 15 artistas expositores.

Umas das peças que mais chama atenção é a “cidade comestível” do artista plástico Sung Dong. Nela é possível ao visitante comer a cidade de Brasília, construída com doces, biscoitos e várias outras guloseimas. A sessão de comilança será aberta neste sábado, às 11 horas da manhã.

Qual parte da arquitetura você vai querer?


Artigos relacionados

São Paulo vista pelo Departamento de Estado dos EUA (em inglês)

Documentário do Escritório de Assuntos Inter-Americanos dos Estados Unidos sobre a cidade de São Paulo em 1949.

Vivendo sobre palafitas

São sistemas construtivos de estacas de madeira utilizados em edificações em áreas alagadiças cuja função é evitar que as casas sejam arrastadas pela correnteza dos rios. Encontradas em áreas tropicais e equatoriais de alto índice pluviométrico, como na Amazônia e

Arquitetura latina de volta ao MoMA, em Nova Iorque

Exposição relembra mostra anterior, em 1955, e traça panorama da influência da escola nas atuais cidades latinas.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta