Exposição permite que visitante “coma” Brasília

Exposição permite que visitante “coma” Brasília

A exposição Ciclo – Criar Com o Que Temo comemora os 100 anos dos primeiros ready-made de Marcel Duchamp, artista que inovou ao promover o deslocamento de objetos comuns para o cenário de exposições de arte. A mostra acontece no Centro Cultural Banco do Brasil DF, em Brasília, com 15 artistas expositores.

Umas das peças que mais chama atenção é a “cidade comestível” do artista plástico Sung Dong. Nela é possível ao visitante comer a cidade de Brasília, construída com doces, biscoitos e várias outras guloseimas. A sessão de comilança será aberta neste sábado, às 11 horas da manhã.

Qual parte da arquitetura você vai querer?


Artigos relacionados

Candeia Jornalismo: Implicações da desativação do Minhocão – Entrevista com João Whitaker

Construído na década de 70 como ‘solução’ para o sistema viário da região, o Elevado Costa e Silva (Minhocão) está com os dias contatos como via de tráfego.

Casa com jeito de praça

Marcos de Azevedo Acayaba (São Paulo SP 1944). Arquiteto, urbanista e professor. Em 1969, forma-se na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo – FAU/USP, escola na qual leciona temporariamente entre 1972 e 1976, e definitivamente desde

Eleição do CAU: inscrições abertas

Começou nesta segunda-feira (14) o prazo para inscrição das chapas que concorrerão às Eleições do Conselho de Arquitetura e Urbanismo 2017. As chapas precisam apresentar candidatos para conselheiros titulares e suplentes para todas as vagas disponíveis em cada CAU/UF, além de

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta