Gustavo Penna: o modernismo se desgastou

Gustavo Penna: o modernismo se desgastou

Gustavo Penna explica a Paulo Markun por que considera a arquitetura modernista dos anos 60 um estilo importante, porém já desgastado.

Penna faz parte do movimento pós-modernista na Arquitetura, que surgiu como uma antítese de seu predecessor, o modernismo, que caracterizou a arquitetura brasileira a partir dos anos 30. Um dos mais importantes arquitetos mineiros dessa geração, foi muito influenciado por Vilanova Artigas, ainda que este não tivesse rompido com o modernismo.

Confira:



Artigos relacionados

Raul Juste Lores fala sobre a arquitetura de São Paulo

Em entrevista à revista Casa e Jardim, o autor do livro recém-lançado São Paulo nas alturas, Raul Juste Lores revê o período batizado como “milagre arquitetônico” a partir dos prédios e dos personagens que desenharam a paisagem urbana da cidade

Almir de Oliveira: Habitação Indígena

O arquiteto Almir de Oliveira desfaz o conceito de que todas as casas indígenas são iguais e explica as simbologias que elas assumem para cada etnia dentro de sua cosmologia.

Índio da Costa e os ursos himalaicos

Índio da Costa, arquiteto, conta como ganhou um prêmio pelo seu projeto da jaula de ursos himalaicos do zoológico do Rio de Janeiro, em 1965

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta