Gustavo Penna: o modernismo se desgastou

Gustavo Penna: o modernismo se desgastou

Gustavo Penna explica a Paulo Markun por que considera a arquitetura modernista dos anos 60 um estilo importante, porém já desgastado.

Penna faz parte do movimento pós-modernista na Arquitetura, que surgiu como uma antítese de seu predecessor, o modernismo, que caracterizou a arquitetura brasileira a partir dos anos 30. Um dos mais importantes arquitetos mineiros dessa geração, foi muito influenciado por Vilanova Artigas, ainda que este não tivesse rompido com o modernismo.

Confira:



Artigos relacionados

A fase áurea da arquitetura, por Luciano Margotto

Para o portal Arquitetura e Urbanismo Para Todos do CAU/BR, Paulo Markun entrevistou o arquiteto Luciano Margotto, professor da Escola da Cidade e sócio do escritório República Arquitetos. Para ele, a arquitetura em sua época áurea, era elitizada. Houve um aumento do número de

Em São Paulo, parques naturais municipais estão abandonados desde maio

Não há quem vigie os parques naturais municipais de São Paulo desde maio deste ano. A empresa responsável, a Atlântico Sul Vigilância e Segurança EIRELI, abriu falência em abril. Em maio seus funcionários abandonaram os postos na capital e desde então as unidades de conservação da cidade estão sem vigilância.

Alvaro Puntoni: é preciso abrir mão de privilégios

Em entrevista ao Arquitetura para Todos, do CAU/BR, Alvaro Puntoni diz que  a sociedade distribui medo para vender segurança. Em um bate-papo com Paulo Markun, o arquiteto defende que para se ter avanço é preciso abrir mão de privilégios. Arquiteto

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Seu e-mail nâo será publicado.
Campos obrigatórios estão marcados*