Inaugurado o primeiro edifício brasileiro assinado por Norman Foster

Inaugurado o primeiro edifício brasileiro assinado por Norman Foster

São 21 andares e uma vista de arrepiar. De um lado a Baía de Guanabara, de outro o morro da Providência, o relógio da Central do Brasil, o Pão de Açúcar e o Corcovado. O Aqwa Corporate, projetado pelo arquiteto Norman Foster, vencedor de um prêmio Pritzker, o Nobel da arquitetura, será inaugurado nesta quinta-feira (19).

Na entrada, um pátio aberto ao público. O térreo é ocupado com lojas e cafés, enquanto fica reservado ao último andar o sky lobby, com uma vista de 180°. Norman Foster faz uso de recursos sustentáveis no projeto: a inclinação de 20° do prédio faz com que a luz solar não incida diretamente nas janelas, o que ameniza o calor e melhora a acústica. O ambiente panorâmico quase dispensa a luz artificial durante o dia. O prédio possui uma estação, que coleta a água de chuva para irrigar jardins e ser utilizada em banheiros

Até o momento, sete empresas mostraram interesse em se mudar para o novo edifício, mas ainda não foram fechados contratos de locomoção. A abertura do novo edifício, localizado no centro do Rio de Janeiro, será marcada pelo evento Casa Cor Rio 2017, que começa na terça-feira, 30 de novembro.



Artigos relacionados

Filme “EstereoEnsaios São Paulo”: um registro poético da metrópole em 3D

EstereoEnsaios São Paulo é um filme-ensaio que revive o espírito dos filmes “Sinfonia de Cidades” da era silenciosa, no contexto estereográfico digital do século XXI. O filme foi composto como sinfonia musical com o intuito de dialogar com o filme São Paulo,

Carla Juaçaba projeta capela para o Vaticano na Bienal de Veneza 2018

  A arquiteta brasileira foi convidada a se juntar à seleção de profissionais responsáveis por projetar capelas que irão marcar a primeira participação do Vaticano na Bienal de Veneza de 2018. A 16ª. edição do evento acontece entre os dias

Arquiteturas: Itá

Já imaginou viver em uma cidade com prazo de validade? Por muitos anos esse foi o cotidiano dos moradores de Itá, no interior de Santa Catarina, após o anúncio da construção de uma usina hidrelétrica em suas imediações. Para os

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta