Jorge Wilheim no Roda Viva

Jorge Wilheim no Roda Viva
[youtube https://www.youtube.com/watch?v=eZtUnzG2dAU&w=832&h=h468]

 

Nascido em Trieste, na Itália, em 1928, descendente de húngaros, Jorge Wilheim migrou para o Brasil aos 22 anos. Formou-se pela Universidade Presbiteriana Mackenzie em São Paulo. Entre seus primeiros projetos estão Parque Anhembi, o Hospital Albert Einstein e o Clube Hebraica.

Em 1954, fez o projeto urbanístico da cidade de Angélica (MT), para 15 mil habitantes. Três anos mais tarde, participou do  concurso do ante-projeto de Plano Diretor de Brasília. Foi o responsável ainda pela reurbanização do Pátio do Colégio e do Anhangabaú e pela Cidade Industrial de Londrina.

Além da arquitetura, teve uma intensa vida pública como secretário estadual de Economia e Planejamento de São Paulo (1975-1979), secretário municipal de Planejamento paulistano (1983-1986 e 2001-2004), secretário Estadual de Meio Ambiente (1987-1991) e presidente da Empresa Metropolitana de Planejamento de Grande São Paulo (1991-1994). Assumiu, ainda, a presidência da Fundação Bienal de São Paulo, em 1985.



Artigos relacionados

Julia Boaro, morador do Copan

O web-designer Julio Boaro escolheu morar num kitnet do Edificio Copan. Com mais de mil apartamentos, distribuídos por 32 andares, o prédio ícone da arquitetura paulistana possui uma galeria comercial em seu térreo, que para Julio funciona como a praça onde

São anunciados os vencedores do Concurso #020 Projetar.org Itinerante

A ideia do Projetar.org é impulsionar o potencial dos estudantes de arquitetura e urbanismo do país. Para isso, foi lançado um desafio aos acadêmicos: pensar em um espaço a ser instalado em seus respectivos campi. Os alunos vencedores foram: Artur

Mario Figueroa fala sobre o Museu da Memória e dos Direitos Humanos, no Chile

Reportagem sobre a arquitetura do Museu da Memória e Direitos Humanos do Chile, criado pelo arquiteto Mário Figueroa.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta