Le Corbusier

Le Corbusier

Charles Edouard Jeanneret-Gris foi um arquiteto e pintor franco-suiço que se tornou uma das figuras mais importantes da arquitetura no século XX. Adotou o pseudônimo profissional “Le Corbusier” por causa do sobrenome de sua avó materna. Teve grande influência para a formação da geração modernista de arquitetos brasileiros.

Le Corbusier desenvolveu extensa atividade acadêmica e teórica e publicou muitos artigos sobre seus estudos arquitetônicos. Admirador da arquitetura da Grécia Antiga, estudou os usos da razão áurea e da sequência de Fibonacci.

Veio para o Brasil a convite de Lúcio Costa em 1936, para prestar consultoria no projeto do Palácio Gustavo Capanema. Suas ideias tiveram muita sobre a equipe, que além de Lúcio Costa, tinha nomes como Oscar Niemeyer e Roberto Burle Marx. Ainda associado com Oscar Niemeyer, em 1949, Le Corbusier é escolhido como responsável pelo projeto da sede das Nações Unidas, em Nova Iorque.

Como urbanista, propôs um novo arranjo urbano que se adequasse à vida moderna. É dele a ideia de criação de bairros-jardim, para as classes mais ricas.

Como arquiteto, propôs a utilização de novos materiais, como o concreto armado.

Le Corbusier morreu em 1965. Foi enterrado no túmulo que projetou para si mesmo.

 



Artigos relacionados

Nova sede do Instituto Moreira Salles, em São Paulo, abre suas portas

A inauguração para o público acontecerá na quarta-feira (20). Nesta terça-feira a sede abre suas portas para convidados com cinco grandes exposições, incluindo “The Clock”, do artista Christian Marclay, que dura um dia inteiro, e fotos da série “Os americanos”,

São anunciados os vencedores do Concurso #020 Projetar.org Itinerante

A ideia do Projetar.org é impulsionar o potencial dos estudantes de arquitetura e urbanismo do país. Para isso, foi lançado um desafio aos acadêmicos: pensar em um espaço a ser instalado em seus respectivos campi. Os alunos vencedores foram: Artur

Obras de Oscar Niemeyer são tombadas como Patrimônio Cultural

No dia 7 de junho, o Ministério da Cultura decretou o tombamento de 27 obras projetadas pelo arquiteto. Entre elas está o Palácio da Alvorada, o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional, o Museu da Arte Contemporânea em Niterói e

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta