Museu de Arte Moderna disponibiliza para download “Brazil Builds”

Museu de Arte Moderna disponibiliza para download “Brazil Builds”

Em 13 de janeiro de 1943, cidadãos de Nova Iorque – e, de modo geral, arquitetos de todo o mundo – puderam conhecer a arquitetura brasileira. Brazil builds : architecture new and old, 1652-1942 foi a exposição realizada pelo MoMA – Museu de Arte Moderna sobre a arquitetura produzida no Brasil não apenas naquele momento, mas desde meados do século XVII.

Realizada pelo arquiteto norte americano Philip L. Goodwin e amplamente baseada em fotografias feitas por G. E. Kidder Smith, a exposição ocupou quase todo o térreo do museu com modelos, grandes impressões fotográficas, desenhos, croquis, plantas, mapas e projeções de slides.

O material fora coletado por Goodwin – ele mesmo responsável pelo projeto do próprio MoMA, em colaboração com Edward D. Stone – em uma intensa viagem pelo Brasil em que, acompanhado de Smith, visitou e tomou registros da arquitetura aqui produzida entre os anos de 1652 e 1942.

Resultado da exposição, o catálogo Brazil Builds talvez seja primeira grande publicação sobre a arquitetura brasileira a percorrer outros continentes. Realizada também por Goodwin, o livro é “um esforço para mostrar aos norte-americanos o encontro das velhas a a inspiração das novas construções no Brasil”, segundo afirma o arquiteto e curador no prefácio.

“O colonial foi fartamente fotografado e o moderno não ficou atrás”, diz o prefácio do livro rico em fotografias em cores e em preto e branco. Já nas primeiras páginas, um mapa do território brasileiro apresenta – talvez causando surpresa – a dimensão continental do país, apontando os locais visitados por Goodwin e Smith em sua empreitada.

Além de dividir a produção arquitetônica local por estados, o catálogo a separa em edifícios antigos e modernos; estes subdivididos por tipologias, que abrangem desde casas particulares até infraestruturas de transporte e edifícios recreativos.

Os esforços do MoMA e do Instituto Norte-Americano de Arquitetos encontraram ajuda em importantes figuras da arquitetura nacional, entre os quais vale citar Lucio Costa, Roberto Burle Marx, Flavio de Carvalho, Oscar Niemeyer e Rino Levi, e constituem um importante marco para a arquitetura moderna, não apenas brasileira, mas também mundial. Brazil Builds – tanto a exposição como o catálogo – é uma ambiciosa tentativa de compilar quase três séculos de arquitetura brasileira em um pavimento de museu e cerca de duzentas páginas de um catálogo.

 

Via Archdaily



Artigos relacionados

InfoPatrimônio: uma plataforma que reúne o patrimônio cultural brasileiro

Reunir, em um só lugar, todo o patrimônio cultural brasileiro tombado ou registrado nas quatro instâncias – internacional, federal, estadual e municipal – é a principal meta do InfoPatrimônio, uma ação pioneira com o uso de georreferenciamento. A plataforma existe

Stephen Breyer assume presidência do júri do Prêmio Pritzker

O juiz do Supremo Tribunal dos Estados Unidos, Stephen Breyer, foi nomeado presidente do júri do Prêmio Pritzker pela Fundação Hyatt. Sendo jurado do prêmio desde 2011, Breyer assumirá o cargo do atual presidente Glenn Murcutt. Tom Pritzker, CEO da

UIA2020RIO: Roberto Simon

Com o tema Todos os Mundos. Um só mundo. Uo maior e mais importante de arquitetura, o Congresso Mundial da União Internacional dos Arquitetos chega a sua 27ª edição. O evento, que será realizado no Rio de Janeiro, em 2020,

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta