Museu do Ipiranga: obras de restauração começam em setembro

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou no dia 17 de maio, durante coletiva de imprensa realizada no Palácio dos Bandeirantes, que as obras serão iniciadas em setembro deste ano. “Hoje celebramos o maior volume de incentivo já feito na história da cultura brasileira”, destacou o governador.

Novos patrocinadores viabilizaram cerca de R$160 milhões para reforma do edifício-monumento do Museu. São eles: Banco do Brasil, Banco Safra, Bradesco, Caixa, Caterpillar, Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), Cosan, EMS, Honda, Vale; além de EDP, Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) e o Instituto Itaú Cultural – empresas que já haviam firmado o compromisso com a revitalização e modernização do espaço.

 

Área externa do edifício-monumento: proposta do projeto arquitetônico

 

De acordo com o governador, esses recursos complementares serão destinados para recuperação dos jardins, das fontes e do Monumento do Parque da Independência, no entorno do museu, além da modernização dos sistemas de iluminação e de segurança do edifício-monumento. A Sabesp também se comprometeu a recuperar o Córrego do Ipiranga.

A administração estadual informou, ainda, que, em breve, será anunciado o aporte de outras cinco empresas para a recuperação do museu, o que levará à captação de R$ 190 milhões.

 

Fontes: Jornal USP; AECWeb

 



Artigos relacionados

Prédio tombado da IAB/SP recebe prêmio internacional

O prédio sede da IAB/SP recebeu a medalha de prata no “Domus International Award for Restoration and Preservation”

Anunciados os vencedores do concurso de restauração do Museu Paulista

A Universidade de São Paulo anunciou no dia 18 de dezembro, os  vencedores do Concurso Nacional de Arquitetura para o Restauro e Modernização do Edifício – Monumento do Museu Paulista, no Ipiranga. Anunciado no início de setembro de 2017, o

Avenida Paulista é considerada pólo cultural em são Paulo

Ao longos dos 126 anos de existência foram construídas casas, escritórios, lojas, parques, restaurantes, estações de metrô, ciclovias, centros de serviço e comércio, etc. Hoje, a Avenida Paulista, localizada no centro da capital paulista, atingiu a categoria de polo cultural.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta