Museu do Ipiranga: obras de restauração começam em setembro

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou no dia 17 de maio, durante coletiva de imprensa realizada no Palácio dos Bandeirantes, que as obras serão iniciadas em setembro deste ano. “Hoje celebramos o maior volume de incentivo já feito na história da cultura brasileira”, destacou o governador.

Novos patrocinadores viabilizaram cerca de R$160 milhões para reforma do edifício-monumento do Museu. São eles: Banco do Brasil, Banco Safra, Bradesco, Caixa, Caterpillar, Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), Cosan, EMS, Honda, Vale; além de EDP, Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) e o Instituto Itaú Cultural – empresas que já haviam firmado o compromisso com a revitalização e modernização do espaço.

 

Área externa do edifício-monumento: proposta do projeto arquitetônico

 

De acordo com o governador, esses recursos complementares serão destinados para recuperação dos jardins, das fontes e do Monumento do Parque da Independência, no entorno do museu, além da modernização dos sistemas de iluminação e de segurança do edifício-monumento. A Sabesp também se comprometeu a recuperar o Córrego do Ipiranga.

A administração estadual informou, ainda, que, em breve, será anunciado o aporte de outras cinco empresas para a recuperação do museu, o que levará à captação de R$ 190 milhões.

 

Fontes: Jornal USP; AECWeb

 



Artigos relacionados

Conjunto Habitacional do Pedregulho

O conjunto chama atenção na paisagem do bairro de São Cristóvão, na cidade do Rio de Janeiro. Foi criado originalmente para ser moradia dos funcionários do Distrito Federal, antigo estado da Guanabara.

Time-lapse: arquiteto desenhando um croqui

Desenhar é uma das habilidades mais importantes de um arquiteto projetista. Ao desenhar o croqui, o arquiteto consegue demonstrar a essência de seu projeto. Veja um exemplo de uma residência.

Iphan autoriza construção de Silvio Santos nos arredores do Teatro Oficina

O Teatro Oficina, projetado por Lina Bo Bardi e Edson Elito, corre o risco de ter seu entorno alterado devido a aprovação da construção de duas torres residenciais de cem metros de altura, que serão instaladas no terreno ao lado

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta