No aniversário de Oscar Niemeyer, auditório do Memorial é reaberto

No aniversário de Oscar Niemeyer, auditório do Memorial é reaberto

Passou-se quatro anos desde que o auditório Simon Bolivar, projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, foi atingindo por um incêndio que destruiu boa parte de sua estrutura e diversas obras de arte que compunham o espaço. Agora, 15 de dezembro de 2017, dia do aniversário de 110 anos do renomado arquiteto, o espaço que faz parte do Memorial da América Latina é reaberto – e em grande estilo. 

Com 6 mil m² de área, o novo auditório mantém o projeto original do arquiteto Oscar Niemeyer e também revitaliza algumas das principais obras que compunham seu interior. Por exemplo, a tapeçaria de 840 m², da artista Tomie Ohtake, que revestia a toda a parede lateral do auditório, foi refeita – e com material não inflamável, para evitar danos futuros. 

Outras duas obras danificadas pelo incêndio também foram recuperadas: a “Pomba”, escultura de Alfredo Ceschiatti que agora deve ficar no alto da rampa de entrada do auditório, e o mural “Agora”, de Victor Arruda, estão recebendo os visitantes no foyer do auditório. 

Para celebrar este recomeço, o auditório de 1788 lugares projetado por Oscar Niemeyer receberá apresentações à altura. No dia 15, a Orquestra Jazz Sinfônica será a principal atração da festa de reinauguração, que começa às 19h30. Já dia 16, o palco recebe o show “Jazz & Divas – Homenagem a Elza Soares”, com apresentações de Baby do Brasil, Paula Lima, Lineker, Rosana, Vania Bastos, Sandra de Sá, As Bahias e a Cozinha Mineira.

 

 

Via Casa Vogue

 



Artigos relacionados

Athos Bulcão: arte e arquitetura

O artista é conhecido por criar o imaginário visual de Brasília   Athos nasceu no Catete, Rio de Janeiro, em 2 de julho de 1918 e passou sua infância em Teresópolis. Foi amigo de alguns dos mais importantes artistas brasileiros

Iphan discute gestão de patrimônio mundial

Nos dias 13 e 14 de agosto, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional realiza o Seminário Internacional sobre Gestão de Sítios Culturais do Patrimônio Mundial em Goiás. O evento contará com os ministros da Cultura, Turismo, Meio Ambiente

Especial Dia da Mulher: Elisabete França

Elisabete é arquiteta e urbanista nascida em Curitiba. Atualmente é diretora do Studio2E Ideias Urbanas e professora em cursos de graduação e especialização, em instituições como a Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) e o núcleo de estudos USPCidades. Entre 1993 e 2000, coordenou o Programa de Saneamento Ambiental da Bacia do Guarapiranga, respondendo pela urbanização de mais de 100 favelas, entretanto, sua atuação recente mais conhecida aconteceu durante sua gestão como Superintendente da Secretaria Municipal de Habitação de São Paulo, entre 2005 e 2012.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta