Nova sede do Instituto Moreira Salles, em São Paulo, abre suas portas

Nova sede do Instituto Moreira Salles, em São Paulo, abre suas portas

A inauguração para o público acontecerá na quarta-feira (20). Nesta terça-feira a sede abre suas portas para convidados com cinco grandes exposições, incluindo “The Clock”, do artista Christian Marclay, que dura um dia inteiro, e fotos da série “Os americanos”, de Robert Frank, um dos maiores e mais influentes nomes da história da fotografia.

O edifício, localizado na Avenida Paulista, entre as ruas Consolação e Bela Cintra, possui sete pisos e 1.200m² de área expositiva. O projeto, do escritório Andrade Morettin, substitui a galeria de 200m² que abrigou o IMS na capital paulista por mais de 20 anos e que foi desativada em dezembro do ano passado. O novo espaço custou cerca de 150 milhões e demorou cerca de quatro anos para ser finalizado.

A sede conta ainda com uma biblioteca de consulta totalmente dedicada à publicações fotográficas com capacidade para 30 mil títulos e um cineteatro que receberá palestras, apresentações musicais e terá uma intensa programação cinematográfica.



Artigos relacionados

Affonso Eduardo Reidy

Affonso Eduardo Reidy nasceu em Paris, em 1909, mas fez sua carreira no Rio de Janeiro, onde faleceu, em 1964. Antes mesmo de formar-se na Escola Nacional de Belas Artes (Enba), em 1930, foi estagiário do urbanista francês Donat Alfred

Sesc Pompeia é o 6º melhor prédio em concreto do mundo

Lista foi publicada no jornal inglês The Guardian.

Jorge Wilheim no Roda Viva

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=eZtUnzG2dAU&w=832&h=h468]   Nascido em Trieste, na Itália, em 1928, descendente de húngaros, Jorge Wilheim migrou para o Brasil aos 22 anos. Formou-se pela Universidade Presbiteriana Mackenzie em São Paulo. Entre seus primeiros projetos estão Parque Anhembi, o Hospital Albert Einstein

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta