Parque e Museu Campo de Marte devem ser inaugurados em dois anos

Parque e Museu Campo de Marte devem ser inaugurados em dois anos

Foi anunciado pelo Prefeito de São Paulo, João Doria, o projeto preliminar do Parque Campo de Marte e do Museu Aeroespacial Santos Dumont. A data de início da obra ainda é incerta. Até janeiro devem ser publicados pela Câmara Municipal, dois Procedimentos de Manifestação de Interesse (PMI) da aprovação da concessão da área.

O espaço, situado junto ao Aeroporto Campo de Marte, na zona norte da capital paulista, terá cerca de 400 metros quadrados. O terreno será dividido em quatro áreas: parque (270 mil metros quadrados), museu (80 mil metros quadrados), espaço multiuso (27 mil metros quadrados) e quadras esportivas (40 mil metros quadrados) – que incluem três campos de futebol e dois campos de futebol society. O parque trará pistas de corrida e caminhada, além de cachorródromo, ambulatório, redário e espaços para práticas diversas.

A estimativa é de que o projeto dure cerca de dois anos para ser finalizado e custo seja por volta de R$250 milhões. Demais detalhes sobre a licitação serão definidos após a Prefeitura obter os resultados das PMIs.

 



Artigos relacionados

Dia Mundial das Cidades

ONU faz chamada para repensar cidades mais sustentáveis Na edição deste ano, o Dia Mundial das Cidades, comemorado no dia 31 de outubro pela Organização das Nações Unidas (ONU), adotou o tema Cidades Sustentáveis e Resilientes. O tema de 2018

CAU/SP assina Termo de Cooperação Técnica com Secretaria de Cultura de São Paulo

A preservação e valorização do patrimônio cultural de São Paulo, a melhoria da administração e fiscalização dos bens tombados, e a qualificação e capacitação dos arquitetos e urbanistas são os eixos centrais do Termo de Cooperação assinado em dezembro entre

Instituto Inhotim reabre neste sábado

Após duas semanas da tragédia em Brumadinho, o Instituto Inhotim volta a abrir suas portas nesse sábado (09), com entrada gratuita. O museu ficou fechado devido ao rompimento da barragem da Mina do Córrego do Feijão, em Minas Gerais. O

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta