Parque Villa Lobos

Parque Villa Lobos

Fotografia de André Bonacin

A ideia de criar um parque em homenagem ao compositor Heitor Villa-Lobos surgiu em 1978. O projeto, do arquiteto Décio Tozzi, levou anos para se concretizar, mas hoje o espaço é uma das áreas de lazer mais visitadas da cidade, percorrido por cinco mil pessoas durante a semana, 20 mil aos finais de semana e 30 mil em feriados.

Situado no bairro Alto de Pinheiros, zona Oeste da cidade, o Villa Lobos tem ciclovia, quadras, bosque, campos de futebol, playground, aparelhos de ginástica, pista de cooper e tabelas de street basketball espalhados por 732 mil metros quadrados de muito verde.

Há muitas maneiras de usufruir o espaço: o “Vai pela Sombra” é uma forma do visitante fazer uma trilha de pedriscos e andar pelos principais bosques do parque. O “Circuito das Árvores” é uma passarela elevada que, no ponto mais alto, chega a ter 3,5 metros de altura, além de 120 metros de extensão. Durante o passeio, é possível ver árvores e aves de diversas espécies. O Villa-Lobos conta ainda com o “Orquidário Ruth Cardoso” e o “Ouvillas”, espaço ao ar livre com taludes, bancos e espreguiçadeiras para que os visitantes apreciem apresentações musicais.


Artigos relacionados

Construções exemplares

A discussão pode ser interminável – por sua carga de subjetividade: o que faz um bom projeto de arquitetura? Quais seriam os melhores exemplos de edificações, do ponto de vista arquitetônico. Para estimular o debate, o Portal Arquitetura e Urbanismo

O pórtico na praça do Patriarca

No centro de uma das praças mais antigas de São Paulo – a do Patriarca, que começou a ser construída em 1912 e cujo nome relembra  José Bonifácio de Andrada e Silva, uma iniciativa da Associação Viva o Centro levou à implantação

Burle Marx

Roberto Burle Marx, um expoente do paisagismo no Brasil, estudou pintura em Berlim, na Alemanha, no final dos anos 1920. Ele introduz o uso de plantas nativas para composição dos jardins e cria os primeiros projetos de terraços com uma aura especificamente brasileira.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta