Paulo Mendes da Rocha vai presidir o comitê de honra do UIA2020RIO

Paulo Mendes da Rocha vai presidir o comitê de honra do UIA2020RIO

Sendo hoje um dos arquitetos brasileiros mais reconhecidos mundialmente , Paulo Mendes da Rocha foi convidado por Nivaldo Andrade (Presidente Nacional do IAB), Luiz Antonio de Souza (Secretário Geral da Direção Nacional do IAB) e Celio Melis para presidir o 27° Congresso Mundial de Arquitetos, que acontecerá em 2020, no Rio de Janeiro.

Segundo Andrade, “Rocha é o arquiteto brasileiro mais importante da atualidade. É primordial para nós ter sua participação e colaboração no Congresso Mundial”. Além dele, o comitê será formado pelo arquiteto Jaime Lerner – o único brasileiro a ocupar uma cadeira do UIA; o cantor e ex ministro da cultura Gilberto Gil – que iniciou, há 40 anos, um debate árduo sobre favelas, por meio do seu hit Refavelas; e Marisa Moreira Salles – editora de arquitetura do portal Arq.Futuro.

A proposta do evento no Rio é discutir a atual realidade urbana, expressa através da diversidade e multiplicidade de formas de construção das cidades, e promover a reinserção da profissão no meio social.

Pela primeira vez, o Congresso – que é realizado desde 1948 e chega agora a sua 27ª edição -, vai tomar as ruas da cidade-sede, com atividades e exposições sendo realizadas em locais de grande valor arquitetônico-paisagístico. Tudo em plena região central do Rio, perto ao público em geral.

 

 

Fonte: UIA



Artigos relacionados

Anunciados os vencedores do concurso de restauração do Museu Paulista

A Universidade de São Paulo anunciou no dia 18 de dezembro, os  vencedores do Concurso Nacional de Arquitetura para o Restauro e Modernização do Edifício – Monumento do Museu Paulista, no Ipiranga. Anunciado no início de setembro de 2017, o

Time Space Existence

Durante a 16ª Bienal de Arquitetura de Veneza, que será inaugurada no sábado, 26 de maio e ocorrerá até o domingo, 25 de novembro de 2018, o Centro Cultural Europeu vai apresentar o Time Space Existence, no Palazzo Mora, Palazzo

Gasto em Infraestrutura cai quase pela metade

O Brasil teve seu pior desempenho em infraestrutura em uma década. De acordo com os últimos dados levantados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 2016 o valor total das obras realizadas no país, naquele ano, somou R$99,2

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta