Pilotis

Pilotis

Pilotis são pilares em concreto armado que sustentam uma construção. São característicos da arquitetura modernista brasileira e fazem parte dos Cinco Pontos da Nova Arquitetura proposta pelo francês Le Corbusier.

Esses pilares são muito importantes para a arquitetura brasileira, pois através deles é possível obter um vão livre no nível térreo, caracterizando um espaço público em contraposição ao espaço verticalizado, normalmente privado ou de uso restrito. Dessa forma, é possível ter abrangentes espaços de convivência e circulação. Isso era um valor para os modernistas e uma inovação conceitual.

Lúcio Costa tinha grande preferência pelo uso social do espaço através de pilotis. Em 1936, esse conceito já foi aplicado no prédio do Ministério da Cultura e Educação no Rio de Janeiro, projeto com a participação de Oscar Niemeyer.

 



Artigos relacionados

Sacada

Sacadas ou balcões são plataformas salientes na parede de um edifício. De pequena área, podem ser cobertas ou descobertas e cercadas com balaústres, parapeitos ou grades. Observa-se um aumento da importância das sacadas nos últimos anos como espaço de lazer

O conjunto da Pampulha

A encomenda foi do então prefeito de Belo Horizonte, Juscelino Kubitschek de Oliveira, ao jovem arquiteto Oscar Niemeyer: construir cinco edifícios em torno do largo artificial da Pampulha – um cassino, um clube de elite, um salão de danças popular,

Lúcio Costa

O urbanista que inventou Brasília era filho de brasileiros em serviço no exterior e nasceu na França. Estudou pintura e arquitetura na Escola Nacional de Belas-Artes, formou-se em 1924 e foi nomeado diretor da mesma instituição em 1930.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta