Pilotis

Pilotis

Pilotis são pilares em concreto armado que sustentam uma construção. São característicos da arquitetura modernista brasileira e fazem parte dos Cinco Pontos da Nova Arquitetura proposta pelo francês Le Corbusier.

Esses pilares são muito importantes para a arquitetura brasileira, pois através deles é possível obter um vão livre no nível térreo, caracterizando um espaço público em contraposição ao espaço verticalizado, normalmente privado ou de uso restrito. Dessa forma, é possível ter abrangentes espaços de convivência e circulação. Isso era um valor para os modernistas e uma inovação conceitual.

Lúcio Costa tinha grande preferência pelo uso social do espaço através de pilotis. Em 1936, esse conceito já foi aplicado no prédio do Ministério da Cultura e Educação no Rio de Janeiro, projeto com a participação de Oscar Niemeyer.

 



Artigos relacionados

Verticalização e Plano Diretor por Raquel Rolnik

Texto por Raquel Rolnik Fotografia por Cristiane Nascimento Um tema importante que normalmente polariza as discussões sobre o Plano Diretor é a verticalização da cidade. Mas o que o debate tem de apaixonado tem também de simplificado, e a discussão termina

O conjunto da Pampulha

A encomenda foi do então prefeito de Belo Horizonte, Juscelino Kubitschek de Oliveira, ao jovem arquiteto Oscar Niemeyer: construir cinco edifícios em torno do largo artificial da Pampulha – um cassino, um clube de elite, um salão de danças popular,

Superquadras

Inaugurada há cinquenta anos, Brasília marca, entre outras coisas, o desejo de propor uma nova sociabilidade urbana, que tem na escada residencial o seu desenvolvimento mais radical, as superquadras como unidade básica de um bairro.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta