Praça das Artes

Praça das Artes

O projeto da Praça das Artes –conjunto de edifícios no centro de São Paulo que abriga anexos e corpos estáveis do Teatro Municipal da cidade começou a se tornar realidade em 2009 e foi inaugurado em 2013. Situado no  quadrilátero formado pelas ruas Conselheiro Crispiniano e Formosa, avenida São João e praça Ramos de Azevedo, o prédio custou R$ 136 milhões e foi idealizado pelo escritório Brasil Arquitetura. O terreno era irregular, formado por pedaços de outras edificações e o projeto preservou a fachada do antigo Cine Cairo, na rua Formosa.

Houve um grande empenho na solução de problemas acústicos. O projeto foi premiado com o Icon Awards de Londres na categoria Edifício do Ano, concorrendo com obras de grandes nomes da arquitetura internacional como Herzog & de Meuron, Renzo Piano, SANAA  e Hugh Broughton Architects.

A Praça das Artes abriga a Escola de Dança, a Escola de Música, o prédio do antigo Conservatório Dramático e Musical e um estacionamento, além do Centro de Documentação Artística, acervos e a Administração do Teatro.

 


Artigos relacionados

Iphan autoriza construção de Silvio Santos nos arredores do Teatro Oficina

O Teatro Oficina, projetado por Lina Bo Bardi e Edson Elito, corre o risco de ter seu entorno alterado devido a aprovação da construção de duas torres residenciais de cem metros de altura, que serão instaladas no terreno ao lado

Parque da Juventude

Após a desativação da Penitenciária do Carandiru, o Parque da Juventude mudou a paisagem da Zona Norte de São Paulo. No lugar foi construído um complexo cultural recreativo de 240 mil m², resultado de um concurso nacional vencido pelo escritório

Conjunto Habitacional do Pedregulho

O conjunto chama atenção na paisagem do bairro de São Cristóvão, na cidade do Rio de Janeiro. Foi criado originalmente para ser moradia dos funcionários do Distrito Federal, antigo estado da Guanabara.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta