Região Metropolitana de São Paulo

Região Metropolitana de São Paulo

A Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) é o maior pólo de riqueza nacional.   O decreto que institucionalizou o Sistema de Planejamento e Administração Metropolitana – Spam tem 37 anos. Mas como seus organismos não foram adaptados às regras das novas constituições federal e estadual, os organismos metropolitanos não funcionam plenamente. Tramita na Assembléia Legislativa um projeto para regulamentar a região que tem 39 municípios.

Originalmente, a coordenação das ações que interferem na vida desses municípios deveria ser feita por dois conselhos:

  • Conselho Consultivo Metropolitano de Desenvolvimento Integrado – Consulti
  • Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande São Paulo – Codegran

Na máquina estadual, as ações são responsabilidade da Secretaria de Estado dos Negócios Metropolitanos – SNM, como unidade coordenadora e operadora, tendo três braços operacionais:

  • Empresa Paulista de Planejamento – Emplasa (que ultrapassa os limites da RMSP)
  • Fundo Metropolitano de Financiamento e Investimento – Fumefi
  • Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo S.A. – EMTU.

Artigos relacionados

Belo Horizonte vista pelo Departamento de Estado dos EUA

  Este documentário produzido pelo Departamento de Estado norte-americano, mostra a capital de Minas Gerais, Belo Horizonte,  uma das primeiras cidades nascidas de um planejamento tanto arquitetônico quanto urbanístico.   Relacionado

Arquitetos do DF criam monumentos públicos e viram referência nacional

O Plano Piloto nasceu de um edital público e os profissionais da cidade estão levando essa tradição e conhecimento para o resto do país   Brasília nasceu de um concurso de urbanismo e arquitetura. No fim da década de 1950,

Rio de Janeiro será primeira Capital Mundial da Arquitetura

O Conselho da União Internacional dos Arquitetos (UIA), reunido em Oaxaca (México), aprovou nesta sexta-feira, 18 de maio, por unanimidade, a nomeação da cidade do Rio de Janeiro a Capital Mundial da Arquitetura UIA/UNESCO 2020. A obtenção do título faz

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta