Ribeirão Preto faz convênio para restaurar museus em risco

Ribeirão Preto faz convênio para restaurar museus em risco

A Prefeitura de Ribeirão Preto assinou convênio com o Centro Universitário Moura Lacerda para um projeto de intervenção e recuperação do Museu Histórico e do Museu do Café, situados no câmpus local da Universidade de São Paulo (USP). Os museus estavam fechados desde 2016, por conta do alto risco de incêndio.

Alunos dos cursos de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo foram convidados para elaborar um plano para a restauração dos espaços. Eles têm um prazo inicial de 12 meses para levantar as condições dos museus. O prazo pode ser prorrogado para até 60 meses.

O alerta para a situação dos edifícios foi dado no dia 3 de setembro, um dia após o incêndio que destruiu o Museu Nacional, no Rio de Janeiro. Um análise apontou alto nível de deterioração do conjunto, com ameaça real de perda desse patrimônio.

Segundo o governo municipal, às obras devem ser custeadas por meio de recursos da Lei Rouanet de incentivo à cultura. O valor estimado é de R$ 6,6 milhões. Também devem ser obtidos repasses do Ministério do Turismo.

Foto: Ministério Público

Via Estadão

 



Artigos relacionados

Petição online quer isentar IPTU para imóveis tombados em SP

Como pagar 27 mil reais de IPTU e investir em preservação do patrimônio arquitetônico enquanto incorporadores oferecem fortunas?

CAU lança campanha do Dia Nacional do Arquiteto e Urbanista

O CAU comemora o Dia Nacional do Arquiteto e Urbanista 2018 com o tema “Arquitetura e Urbanismo fazem a diferença. E tornam a vida mais feliz”. A ideia é mostrar a importância do trabalho desses profissionais, visando sempre os conceitos

II Fórum Mundial Niemeyer

A segunda edição do Fórum Mundial Niemeyer acontece entre os dias 26 e 30 de agosto de 2019, no Memorial da América Latina, em São Paulo. No ano passado, o evento teve sua primeira edição realizada no Rio de Janeiro

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta