Roberto Moita: aspectos locais versus grandes aglomerados urbanos

Roberto Moita: aspectos locais versus grandes aglomerados urbanos

 

O arquiteto Roberto Moita dá sua visão sobre a arquitetura e traça um panorama da profissão atualmente, seus novos desafios e possibilidades na sociedade brasileira. Para ele, os arquitetos devem recuperar o destaque que a profissão possuía através de maior participação nos temas nacionais.

Roberto Moita foi entrevistado por Paulo Markun com exclusividade para o portal Arquitetura e Urbanismo para Todos, do CAU/BR.

 



Artigos relacionados

Sérgio Parada: arquitetura dos anos 50 não atingia a todos

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=HjRvOiTUAPA&w=832&h=h468] O arquiteto Sérgio Parada, sócio do escritório Sérgio Roberto Parada Arquitetos Associados reconhece a importância da arquitetura moderna que marcou os anos 50 do século passado, mas alerta: ela não alcançava toda a sociedade. Parada atua em  Brasília, onde concedeu

Índio da Costa e os ursos himalaicos

Índio da Costa, arquiteto, conta como ganhou um prêmio pelo seu projeto da jaula de ursos himalaicos do zoológico do Rio de Janeiro, em 1965

Bruno Ferraz e dois bons exemplos

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=btvvgnr2t5c&w=832&h=h468] O arquiteto Bruno Ferraz, de Recife, sócio do escritório B’Ferraz Arquitetura destaca dois bons exemplos: os hospitais da Rede Sarah, projetos de João Filgueiras Lima, o Lelé e o edifício Acaiaca, de Recife, construído em 1958 pelo arquiteto Delfim

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta