Roberto Moita: aspectos locais versus grandes aglomerados urbanos

Roberto Moita: aspectos locais versus grandes aglomerados urbanos

 

O arquiteto Roberto Moita dá sua visão sobre a arquitetura e traça um panorama da profissão atualmente, seus novos desafios e possibilidades na sociedade brasileira. Para ele, os arquitetos devem recuperar o destaque que a profissão possuía através de maior participação nos temas nacionais.

Roberto Moita foi entrevistado por Paulo Markun com exclusividade para o portal Arquitetura e Urbanismo para Todos, do CAU/BR.

 



Artigos relacionados

A fase áurea da arquitetura, por Luciano Margotto

Para o portal Arquitetura e Urbanismo Para Todos do CAU/BR, Paulo Markun entrevistou o arquiteto Luciano Margotto, professor da Escola da Cidade e sócio do escritório República Arquitetos. Para ele, a arquitetura em sua época áurea, era elitizada. Houve um aumento do número de

Alvaro Puntoni e a Arquitetura do Vazio

Alvaro Puntoni, arquiteto pela FAU-USP, nasceu em São Paulo, em 1965. Leciona na mesma instituição onde se formou, na Escola da Cidade e na FAU-Mackenzie, além de sócio do escritório GrupoSP. Projetou a nova sede do SEBRAE em Brasília e o Anexo do

A primeira atividade humana, por Gustavo Penna

Um do mais importantes arquitetos mineiros, cuja obra faz parte do pós-modernismo brasileiro. Gustavo Penna teve muito convívio com a arquitetura modernista, mas tornou-se um crítico dela.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta