Sérgio Parada: arquitetura dos anos 50 não atingia a todos

Sérgio Parada: arquitetura dos anos 50 não atingia a todos

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=HjRvOiTUAPA&w=832&h=h468]
O arquiteto Sérgio Parada, sócio do escritório Sérgio Roberto Parada Arquitetos Associados reconhece a importância da arquitetura moderna que marcou os anos 50 do século passado, mas alerta: ela não alcançava toda a sociedade. Parada atua em  Brasília, onde concedeu entrevista para Paulo Markun, especialmente destinada ao portal Arquitetura e Urbanismo Para Todos do CAU/BR.Temas:

00:00 A arquitetura brasileira na década de 1950
03:50 Verticalização
06:43 Otimismo com relação à arquitetura



Artigos relacionados

A luz e a arquitetura de Décio Tozzi

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=QggRt0LeUwM&w=832&h=h468] Em toda sua carreira, o arquiteto Décio Tozzi pesquisa o papel da luz na Arquitetura. Tozzi acha que Arquitetura é luz e sombra, também. E explica o que buscou no orquidário Ruth Cardoso. Entrevista a Paulo Markun, para o

Almir de Oliveira: Habitação Indígena

O arquiteto Almir de Oliveira desfaz o conceito de que todas as casas indígenas são iguais e explica as simbologias que elas assumem para cada etnia dentro de sua cosmologia.

Em São Paulo, parques naturais municipais estão abandonados desde maio

Não há quem vigie os parques naturais municipais de São Paulo desde maio deste ano. A empresa responsável, a Atlântico Sul Vigilância e Segurança EIRELI, abriu falência em abril. Em maio seus funcionários abandonaram os postos na capital e desde então as unidades de conservação da cidade estão sem vigilância.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta