Série brasileira Habitar Habitat recebe o Prêmio TAL de Melhor Produção de Série

Série brasileira Habitar Habitat recebe o Prêmio TAL de Melhor Produção de Série

O evento aconteceu na última quinta (31/07), em Montevidéu, no Uruguai

A série Habitar Habitat, realizada pelo SescTV e produzida pelas produtoras Revanche Produções e Miração Filmes, com direção do jornalista Paulo Markun e do cineasta Sérgio Roizenblit, recebeu na última quinta (31/07) o Prêmio TAL da categoria Produção de Série na cerimônia de premiação, em Montevidéu, no Uruguai.

Os Prêmios TAL são co-organizados por Televisión América Latina e DocMontevideo – Encontro Documental das Emissoras Latino-americanas, e tem como objetivo reconhecer e tornar público o trabalho audiovisual de qualidade realizado nas emissoras públicas e culturais do continente latino-americano, e fortalecer o vínculo entre eles.

Exibida pelo SescTV desde novembro de 2013, todos os domingos, às 20h, a série Habitar Habitat apresenta, em 13 episódios, de 52 minutos cada, diferentes modelos de habitação encontrados no Brasil e estabelece a relação entre a casa e a identidade cultural. Palafitas; casas flutuantes, de arquiteto, sertaneja, enxaimel, caiçara, de colono japonês, de colono alemão, de fazenda e sustentável; maloca; favela; e apartamento são estilos de moradia abordados na série.

Assista também online em sesctv.org.br/aovivo



Artigos relacionados

Estudantes brasileiros vencem Prêmio global da Schindler

A premiação, que aconteceu no dia 25 de abril, no Monte Líbano, em São Paulo, teve como tema soluções de arquitetura e design urbano para a área do Ceagesp, de 700 mil metros quadrados. A equipe vencedora, que recebeu um

Analu Nery: Integração com as classes sociais

Estudante de Arquitetura na Bahia, 31 anos, Analu Nery acha que um bom projeto de arquitetura é aquele que permite a integração das classes sociais. E menciona o Parque Barigui em Curitiba, como um bom exemplo de projeto. Relacionado

Conjunto Habitacional do Pedregulho

O conjunto chama atenção na paisagem do bairro de São Cristóvão, na cidade do Rio de Janeiro. Foi criado originalmente para ser moradia dos funcionários do Distrito Federal, antigo estado da Guanabara.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta