E a velha fábrica ganhou nova vida

E a velha fábrica ganhou nova vida

Concebido por Lina Bo Bardi em colaboração com André Vainer e Marcelo Ferraz, o Sesc Fábrica da Pompéia é um dos exemplos mais bem sucedidos de criação de um espaço público de lazer, cultura e esporte construído na cidade de São Paulo. Aproveitando a antiga estrutura da Fábrica de Tambores da Pompéia e inspirando-se na ocupação espontânea dos moradores do bairro, Lina desenhou um espaço de uso flexível destinado à fruição de exposições, ao estar, ao ócio, ao encontro, à leitura, às brincadeiras e jogos lúdicos aquecido por uma grande lareira, regado pelo espelho d’água e iluminado pelas telhas transparentes da nova cobertura.

Nos outros galpões ela desenhou as áreas de comer, o teatro, os ateliês, almoxarifado e manutenção, estes últimos destinados atualmente a eventos diversificados. A rua de acesso aos galpões leva ao deck praia paulista e ao conjunto esportivo, compostos de dois edifícios em concreto armado que contrastam com o edifício da antiga fábrica ao mesmo tempo em que contribuem para o clima de sonho e alegria que Lina tão bem soube preservar.




Artigos relacionados

Galeria do Rock

A Galeria do Rock tem mais de cinco décadas se transformando junto com a cidade.

Carlos Bratke, um não-alinhado

Nascido em uma família de arquitetos, Carlos Bratke (1942) é autor de centenas de projetos, muitos deles premiados em razão do experimentalismo formal e técnico.

Nova lei de licitações, piorando o que já é péssimo por Raquel Rolnik

Raquel Rolnik fala sobre as desvantagens da nova lei de licitações para o planejamento urbano.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta