Telhado do Museu da Língua Portuguesa é reconstruído

Telhado do Museu da Língua Portuguesa é reconstruído

A obra de reconstrução do telhado, localizado no interior da Estação da Luz, no centro de São Paulo, foi finalizada no dia 18 de julho. O nova estrutura pesa cerca de 4 toneladas e é composta por mais de 89 mil quilos de madeira – certificada da Amazônia – e zinco, importado do Peru.

O projeto de restauro levou quase dois meses para ficar pronto. Além da reconstrução do telhado, foram concluídos o restauro da fachada e das esquadrias e as ações de conservação da ala oeste do Museu.

O edifício foi atingido por um incêndio em dezembro de 2015. Felizmente não sofreu com perdas materiais, porque todo o acervo era virtual. Contudo, segue com as portas fechadas desde o ocorrido. A previsão é de que o prédio seja reaberto no segundo semestre de 2019.

A reconstrução do museu custará em torno de R$60 milhões, parte paga pelo seguro contra incêndio, e parte captada por meio da Lei Rouanet. O espaço será mantido nos conformes, porém com pequenas alterações que visam fazer menção ao evento que destruiu parte do prédio – da mesma maneira que foi feita com o Auditório Simón Bolívar, também destruído por um incêndio.

 

Fontes: Estadão, G1

 



Artigos relacionados

Dois projetos brasileiros são finalistas do 2018 Mies Crown Hall Americas Prize

O diretor Dirk Denison e o presidente do júri do MCHAP de 2018, Ricky Burdett, anunciaram os seis finalistas da edição de 2018 do Mies Crown Hall America Prize. Selecionados de uma lista de 31 projetos, esses projetos concorrerão ao

Exposição do CAU/GO revela 80 melhores imagens do concurso

Após receber mais de 130 inscrições, com 317 imagens, para seu 1º Concurso de Fotografia, o CAU/GO realiza de 4 a 29 de outubro uma exposição fotográfica com as 80 melhores imagens enviadas ao Conselho. A mostra estará aberta ao

Moradias Infantis: arquitetos brasileiros ganham o Prêmio Internacional RIBA

O escritório brasileiro Aleph Zero, dos arquitetos e urbanistas curitibanos Gustavo Utrabo e Pedro Duschenes, venceu o Prêmio Internacional RIBA (Royal Institute of British Architects)  2018 pelo projeto Moradias Infantis, em Formoso do Araguaia (TO), elaborado em parceria com o

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta