12 Mulheres premiadas na arquitetura nos últimos 12 meses

Nos 12 meses que se passaram desde o Dia Internacional da Mulher de 2018, vimos muitas arquitetos tomarem a dianteira na arquitetura. Da curadoria de Shelley McNamara e Yvonne Farrell para a Bienal de Veneza de 2018 ao celebrado projeto de Frida Escobedo para o Serpentine Pavilion, as notícias dos últimos doze meses mostraram muitos sinais de mudança em uma profissão tradicionalmente dominada por homens.

De órgãos profissionais como o RIBA e o AIA, a importantes iniciativas como o Prêmio AR Women in Architecture e o Mies Crown Hall Americas, apresentamos a seguir doze mulheres na arquitetura que foram celebradas nos últimos doze meses por sua posição na vanguarda de nosso campo profissional.

Amanda Levete

A arquiteta britânica vencedora do Prêmio Stirling e diretora do escritório AL_A foi este ano premiada com uma bolsa honorária do Instituto Americano de Arquitetos. Em outubro de 2018, foi incluída na lista dos 30 profissionais mais influentes de Londres. Entre seus trabalhos notáveis estão a expansão do pátio do Victoria & Albert Museum de Londres e o MAAT em Lisboa, Portugal.

Carla Juaçaba

A arquiteta brasileira Carla Juaçaba, com seu estúdio Carla Juaçaba Studio, foi a vencedora do AR Emerging Architecture Awards em novembro de 2018. Entre seus projetos de maior destaque estão a capela para o Pavilhão da Santa Sé na Bienal de Veneza de 2018 e a Casa Santa Teresa no Rio de Janeiro. Em 2013, ela também foi a vencedora do prêmio ArcVision Women and Architecture Award.

Frida Escobedo

A mais jovem arquiteta a projetar um Serpentine Pavilion (2018), Escobedo foi reconhecida como membro internacional do RIBA em novembro de 2018. Diretora e fundadora de seu estúdio de arquitetura homônimo na Cidade do México, suas obras artísticas e arquitetônicas na Europa e América do Norte também a levaram a ser reconhecida como uma das profissionais mais influentes de Londres em outubro de 2018.

Hélène Binet

Fotógrafa de arquitetura, Binet foi reconhecida no AR Women in Architecture Awards de 2019 com o Prêmio Ada Louise Huxtable. Sua carreira de três décadas em fotografia de arquitetura abrange países e projetos de todos os tipos e escalas, incluindo obras de Caruso St. John, Geoffrey Bawa, Zaha Hadid e Studio Mumbai. Ela também recebeu o prêmio de Excelência em Fotografia do Instituto Julius Shulman em 2015 e foi nomeada membro honorário do Royal Institute of British Architects em 2007.

Holly Hendry

Em janeiro deste ano, a artista Holly Hendry foi anunciada como vencedora do Prêmio de Arquitetura Experimental, organizado pela United Kingdom’s Arts Foundation. Os trabalhos escultóricos de Hendry em Londres empregam a linguagem da arquitetura e da construção para desafiar a noção tradicional de espaço.

Jane Duncan

A ex-presidente do RIBA foi reconhecida como membro do American Institute of Architects em fevereiro deste ano. Duncan é apenas a terceira mulher a assumir a presidência do RIBA na história, ocupando o cargo de 2015 a 2017. Também é diretora da Jane Duncan Architects, fundado em 1992 e sediado em Buckinghamshire, Inglaterra. Duncan foi reconhecida na lista de honra do Queen’s Birthday em junho do ano passado.

Liz Diller

A co-fundadora do escritório Diller Scofidio + Renfro recebeu o Jane Drew Prize no Prêmio AR Women in Architecture de 2019. O prêmio já foi entregue a Amanda Levete (2018), Denise Scott Brown (2017) e Odile Decq (2016). No ano passado, foi nomeada uma das 100 pessoas mais importantes pela revista Time (um prêmio que dividiu em 2009 com o sócio Ricardo Scofidio).

Nathalie de Vries

A diretora e co-fundadora do MVRDV foi reconhecida como membro do American Institute of Architects em fevereiro deste ano. Depois de fundar o MVRDV em 1993, com Winy Maas e Jacob van Rijs, liderou inúmeros projetos importantes, como a transformação do Palais du Commerce, em Rennes. No final do ano passado, fez parte do “super júri” do World Architecture Festival, onde também foi palestrante.

Neri Oxman

Oxman é uma arquiteta, designer, inventora e professora estadunidense do MIT Media Lab, com sede em Boston. A diretora e fundadora do Mediated Matter Group foi premiada com uma bolsa internacional para o RIBA em novembro do ano passado. Sua pesquisa explora práticas de design experimental que podem ser ativadas com o estudo do conhecimento científico e tecnologia para produzir o que ela chama de “ecologia material”.

Sandra Barclay

Co-fundadora da Barclay & Crousse Architecture, com sede em Lima, Barclay foi reconhecida como membro do American Institute of Architects em fevereiro deste ano. Seu escritório foi vencedor do Prêmio Mies Crown Hall Américas 2018 com o projeto do Edificio E da Universidade de Piura, no Peru.

Sheila O’Donnell

A aclamada arquiteta irlandesa, co-fundadora do escritório O’Donnell + Tuomey, foi laureada com o prêmio AR Women in Architecture Awards como a “Arquiteta do Ano” em reconhecimento ao seu projeto para a Central European University em Budapeste, na Hungria. A universidade também foi indicada ao Prêmio Internacional RIBA 2018. Recebedora da Medalha de Ouro RIBA 2015 juntamente com seu parceiro John Tuomey, O’Donnell supervisionou grandes obras como o LSE Student Center, em Londres.

Xu Tiantian

Fundadora do DnA (Design e Arquitetura), com sede em Pequim, Xu foi reconhecida com o Prêmio Moira Gemmill para Arquitetura Emergente deste ano no Prêmio AR Women in Architecture de 2019. Com um trabalho que ela descreve como “acupuntura arquitetônica”, Xu Tiantian interviu o condado rural chinês de Songyang com projetos impactantes, incluindo uma ponte que conecta comunidades, uma fábrica de açúcar mascavo, o Museu Hakka Indenture, uma fábrica de tofu, e o Wang Jing Memorial Hall.

 

Texto original Archdaily



Artigos relacionados

Marco Regulatório do Saneamento Básico é aprovado no Senado

O Plenário do  Senado aprovou na manhã desta quinta-feira (6) um novo conjunto de regras para o saneamento básico no Brasil. O marco regulatório está contido no PL 3.261/2019, apresentado por Tasso Jereissati (PSDB-CE) para substituir a Medida Provisória 868/2018,

Prefeitura decide pelo desativamento do Minhocão

O prefeito Bruno Covas (PSDB) decidiu que o elevado João Goulart, o Minhocão, que liga o centro à zona oeste de São Paulo, será desativado e vai ser transformado em um parque. As obras para adaptação das quatro faixas elevadas,

Edifício em São Paulo é eleito um dos melhores do mundo

O edifício Forma Itaim, na Vila Nova Conceição, Zona Sul de São Paulo, aparece na lista dos melhores prédios mais altos do mundo em 2019. Ele venceu na categoria abaixo de 100 metros de altura, na eleição do Conselho de

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta