22 de Setembro: Dia Mundial Sem Carro

O Dia Mundial Sem Carro é uma iniciativa criada para, além de melhorar o trânsito nas cidades, conscientizar a população quanto ao uso excessivo do automóvel particular. A dependência se torna cada vez maior.

Prático, cômodo e eficiente – adjetivos que encantam os então, motoristas. Uma das justificativas para o aumento da quantidade de automóveis nas ruas é a falta de uma estrutura que suporte os demais meios de locomoção. Uma das propostas, que ainda enfrenta desafios para se consolidar como alternativa nos centros urbanos do Brasil é a bicicleta.

No Brasil são mais de 2,5 mil quilômetros de vias cicloviárias. A cidade de São Paulo, por exemplo, possui cerca de 468 km de ciclovias e ciclofaixas: Rede Cicloviário Centro; Ciclovia R. Silva Pinto; Ciclovia Perdizes e Santa Cecília/ Higienópolis; Ciclovia Pacaembu; Ciclovia na Avenida Antônio Estêvão de Carvalho; Ciclovia Luz/ Bom Retiro; Ciclovia Liberdade/ Vergueiro; e a Ciclovia da Avenida Paulista.

Ainda em crescimento, movimentos como o Dia Mundial Sem Carro são ações pontuais e importantes para celebrar e dar visibilidade à causa.


Artigos relacionados

Reforma no Museu do índio

As obras de reforma no Centro Cultural Ykuiapá, mais conhecido como Museu do Índio, devem ser retomadas ainda neste ano. Fechado há cerca de seis anos, o espaço passará por readequação do projeto arquitetônico e da planta. Representantes da Prefeitura

Lúcio Costa

O urbanista que inventou Brasília era filho de brasileiros em serviço no exterior e nasceu na França. Estudou pintura e arquitetura na Escola Nacional de Belas-Artes, formou-se em 1924 e foi nomeado diretor da mesma instituição em 1930.

Prefeitura tomba seis obras de Paulo Mendes da Rocha

A Prefeitura de São Paulo homologou o tombamento de seis projetos, onde cinco são de autoria de Paulo Mendes da Rocha, e de outros 32 imóveis, incluindo o Club Athletico Paulistano, nos Jardins, na zona sul da capital paulista. Os

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta