André Corrêa do Lago é o primeiro brasileiro a integrar o júri do Pritzker

Esta é a primeira vez que um brasileiro é convidado a fazer parte da equipe de júri do Pritzker, considerado o Nobel da Arquitetura. A decisão foi anunciada no sábado, 20 de maio, durante a entrega do prêmio aos integrantes do escritório RCR Arquitectes, em Tóquio.

André Corrêa, de 57 anos, é formado em Economia pela UFRJ – diplomata de carreira desde 1983. Foi curador do pavilhão do Brasil na Bienal de Arquiteturas de Veneza, em 2014 e membro do Comitê de Arquitetura do MoMa, Museu de Arte Moderna de Nova York, entre 2005 e 2016.

O Pritzker é decidido anualmente por oito jurados – desde grandes empresários a arquitetos famosos. O premiado recebe uma medalha e US$100 mil. Dois brasileiros já receberam o mérito: Paulo Mendes da Rocha e Oscar Niemeyer.

 



Artigos relacionados

Única residência desenhada por Zaha Hadid é construída na Rússia

A casa, encomendada pelo russo Vladislav Doronin, foi batizada como Capital Hill Residence. O projeto, de 2.650 metros quadrados, é organizado em quatro níveis, com os dois pavimentos mais baixos que abrigam a sala de estar, sala de jantar, cozinha,

Arquitetos brasileiros ganham menção honrosa em concurso internacional, em Nova York

Nova Iorque pode ser definida como a cidade símbolo do progresso profissional, dos sonhos, das ambições e inovações. Apesar disso, a cidade que é o oposto da monotonia, ainda lida com a existência de espaços de trabalho repetitivos e maçantes

Abram vai assumir reconstrução do Museu Nacional,

Com a criação da Agência Brasileira de Museus (Abram), a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) deixará o papel central na reconstrução do Museu Nacional do Rio de Janeiro. Na Medida Provisória (MP) que cria a agência, a responsabilidade

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta