André Corrêa do Lago é o primeiro brasileiro a integrar o júri do Pritzker

Esta é a primeira vez que um brasileiro é convidado a fazer parte da equipe de júri do Pritzker, considerado o Nobel da Arquitetura. A decisão foi anunciada no sábado, 20 de maio, durante a entrega do prêmio aos integrantes do escritório RCR Arquitectes, em Tóquio.

André Corrêa, de 57 anos, é formado em Economia pela UFRJ – diplomata de carreira desde 1983. Foi curador do pavilhão do Brasil na Bienal de Arquiteturas de Veneza, em 2014 e membro do Comitê de Arquitetura do MoMa, Museu de Arte Moderna de Nova York, entre 2005 e 2016.

O Pritzker é decidido anualmente por oito jurados – desde grandes empresários a arquitetos famosos. O premiado recebe uma medalha e US$100 mil. Dois brasileiros já receberam o mérito: Paulo Mendes da Rocha e Oscar Niemeyer.

 



Artigos relacionados

Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, deve ser reaberta até o final deste ano

Cartão-postal da cidade de Florianópolis, a ponte pênsil Hercílio Luz, fechada há 28 anos, deve ser reaberta para circulação de ônibus, ciclistas e pedestres até 30 de dezembro deste ano. Sua reinauguração é uma das promessas da primeira etapa do

UIA2020RIO: Roberto Simon

Com o tema Todos os Mundos. Um só mundo. Uo maior e mais importante de arquitetura, o Congresso Mundial da União Internacional dos Arquitetos chega a sua 27ª edição. O evento, que será realizado no Rio de Janeiro, em 2020,

Morre o arquiteto e urbanista Paulo Zimbres

Paulo de Melo Zimbres, que morreu na madrugada deste dia 03 de junho. Nascido em Ouro Preto em 1933, graduou-se arquiteto e urbanista em 1960 pela FAU-USP. Iniciou sua carreira como professor universitário na UnB em 1968 no processo de

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta