Arquiteturas: Minhocão

Arquiteturas: Minhocão

O Minhocão foi construído como uma solução de via expressa entre a Zona Leste e Oeste antes da construção da Marginal Tietê. Sua construção foi controversa desde o início, uma via expressa imposta em um bairro residencial pelo governo no contexto da ditadura militar.

Entretanto, com o passar das décadas, alternativas de trânsito e mobilidade surgiram e, associados com o aumento das liberdades, reascendeu-se a contestação à necessidade de se manter o elevado frente aos transtornos que ele causa. Devido ao barulho, ele foi bloqueado durante à noite. Mas isso gerou uma ocupação espontânea da população nesses horários, principalmente skatistas. Bloqueado aos carros também aos domingos, a ocupação de lazer somente aumentou.

Atualmente três grupos se articulam para definir o futuro do Minhocão e duas propostas se polarizam: parque ou demolição. Fato é que o Novo Plano Diretor prevê a desativação do Minhocão para a função de via expressa.

Assista aqui no Arquitetura para Todos o episódio sobre o Minhocão, na íntegra:



Artigos relacionados

Rosa Kliass é homenageada na 12ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo

Na próxima sexta-feira, 13 de setembro, às 18h30, durante a cerimônia de abertura da exposição de projetos da 12ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo, no Centro Cultural São Paulo, a arquiteta Rosa Kliass receberá o Colar do IAB.

Raul Juste Lores fala sobre a arquitetura de São Paulo

Em entrevista à revista Casa e Jardim, o autor do livro recém-lançado São Paulo nas alturas, Raul Juste Lores revê o período batizado como “milagre arquitetônico” a partir dos prédios e dos personagens que desenharam a paisagem urbana da cidade

Mulheres na Arquitetura e Urbanismo: CAU/BR cria Comissão de Equidade de Gênero

Conselheiros do CAU/BR aprovaram a criação de uma Comissão Temporária de Equidade de Gênero no conselho, com o objetivo de cumprir a missão de promover Arquitetura e Urbanismo para todos – sem distinção de gênero. A principal finalidade da comissão

Um comentário

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta