Arquiteturas: Rua Augusta

Arquiteturas: Rua Augusta

A Rua Augusta é uma das ruas mais dinâmicas da cidade de São Paulo. Já foi parte de uma chácara, virou rua residencial, depois, ligação do centro para a zona oeste e rua comercial. Já sofreu degradação, enchentes e engarrafamentos. Já passou por mudanças de tráfego, e quase deixou de ser rua para ser boulevard. Sucessivos processos alteraram o uso da via e o perfil das pessoas que a frequentam. Hoje, a Augusta vive uma nova fase, de valorização de seu espaço e sinônimo de diversão noturna.

Para conhecer melhor essa história, veja o episódio da série Arquiteturas sobre a rua:


Artigos relacionados

Aterro do Flamengo

O chamado Aterro do Flamengo, que ocupa a orla da baía de Guanabara – entre o Aeroporto Santos Dumont e a enseada de Botafogo datam da década de 1950 (o parque foi projetado entre 1954 a 1959), mas suas obras só começaram em 1961, no governo de Carlos Lacerda.

Ocupação: Paulo Mendes da Rocha

O Arquiteto Paulo Mendes da Rocha é o 41º homenageado do programa Ocupação, cuja proposta é que a arquitetura sirva como narrativa das experiências que os espaços podem nos permitir. As obras do arquiteto estão expostas no Itaú Cultural, em

Arquitetura Social de Vilanova Artigas

João Batista Vilanova Artigas foi um dos mais importantes arquitetos de São Paulo. Em sua carreira, tanto em projetos como acadêmica, praticou a arquitetura social. Entenda este conjunto de conceitos com este vídeo.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta