As dez obras que fazem do Rio de Janeiro a Capital da Arquitetura

A revista norte-americana de arquitetura e design “Architectural Digest” publicou uma matéria em que indica as dez construções que atribuem ao Rio de Janeiro o título de primeira Capital Mundial da Arquitetura, concedido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), coincidindo com a realização na cidade do 27º. Congresso Mundial de Arquitetos em 2020, promovido pela União Internacional dos Arquitetos (UIA).

Segundo a revista, o título, criado em novembro de 2018, “é uma colaboração que procura iniciar um discurso e identificar soluções sobre os vários desafios que as cidades enfrentam, através das lentes da cultura e da arquitetura, no contexto das cidades que servem como centros de ideias, comércio e desenvolvimento. ”

Ao indicar as edificações de maior destaque do Rio de Janeiro, a “Architectural Digest” apresentou um breve relato sobre cada uma dessas obras, com o nome do arquiteto responsável, a localização da construção e aspectos técnicos e culturais do projeto.

As obras indicadas pela revista foram:

 

Cidade das Artes, projeto de Christian de Portzamparc;

Cidades das Artes, localizada na Barra da Tijuca. Foto: Divulgação.

 

RB12, projeto ecológico do escritório Triptyque;

RB12, prédio comercial na Avenida Rio Branco. Foto: Divulgação.

 

Catedral de São Sebastião, projeto de Edgar Fonseca;

Catedral de São Sebastião, inspirada nas pirâmides maias. Foto: Divulgação.

 

Palácio Gustavo Capanema, projeto de Lucio Costa e equipe, que incluía Oscar Niemeyer, Affonso Eduardo Reidy, Carlos Leao, Jorge Moreira, e Ernani Vasconcellos;

Palácio Gustavo Capanema, um dos primeiros prédio públicos modernistas do Brasil. Foto: Divulgação.

 

Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, projeto de Affonso Eduardo Reidy;

Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, localizado no Parque do Flamengo. Foto: Divulgação.

 

Museu do Amanhã, projeto de Santiago Calatrava;

Museu do Amanhã, localizado no Pier de Mauá. Foto: Divulgação.

 

Museu de Arte Contemporânea de Niterói, projeto de Oscar Niemeyer;

Museu de Arte Contemporânea de Niterói, situado em cima da Baía de Guanabara. Foto: Divulgação.

 

Mosteiro de São Bento, baseado no projeto do engenheiro-militar português Francisco de Frias da Mesquita;

Mosteiro de São Bento, localizado na Rua Dom Gerardo, no Centro. Foto: Divulgação.

 

Igreja Nossa Senhora da Penha, projeto do engenheiro-arquiteto português Luiz de Moraes Júnior;

Igreja Nossa Senhora da Penha, situada no topo do Morro do Cariri. Foto: Divulgação.

 

 

Museu de Arte do Rio, projeto do escritório Bernardes + Jacobsen.

Museu de Arte do Rio. Foto: Divulgação.

 

 

A matéria completa você confere aqui

Fonte: CAU/BR

 



Artigos relacionados

Lina Bo Bardi e Tarsila do Amaral no MASP em 2019

O tema “Histórias das mulheres, histórias feministas” será pauta do programa de exposições do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand em 2019. Já estão confirmadas seis monográficas de artistas mulheres – Djanira da Motta e Silva, Tarsila do

2ª edição da Mostra de Filmes de Arquitetura

Com o tema “Memórias em Construção”, o evento acontecerá de 8 a 12 de outubro de 2019 no Setor Comercial Sul, no Cine Drive-in (onde ocorrerá a abertura), e nos Institutos Federais do Recanto das Emas e Samambaia. Além da

Exposição sobre arquitetura Contemporânea da Amazônia

Projeto do Espaço Cultural José Gomes Sobrinho, em Palmas, é destaque em Exposição sobre arquitetura Contemporânea da Amazônia   A Galeria Municipal de Artes, no Espaço Cultural José Gomes Sobrinho, recebe de 11 de abril a 03 de maio, a

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta