Avenida Paulista é considerada pólo cultural em são Paulo

Ao longos dos 126 anos de existência foram construídas casas, escritórios, lojas, parques, restaurantes, estações de metrô, ciclovias, centros de serviço e comércio, etc. Hoje, a Avenida Paulista, localizada no centro da capital paulista, atingiu a categoria de polo cultural.

Algumas atrações instaladas na avenida mais cosmopolita de São Paulo, precisam ser enaltecidas. Entre elas está o MASP (Museu de Arte de São Paulo); o Conjunto Nacional; a Reserva Cultural; e a  Casa das Rosas. Muitas ainda estão a surgir.

Em maio, a Japan House abriu as portas no número 52 da Av. Paulista.Em agosto, o Instituto Moreira Salles inaugura sua sede paulistana no número 2.424, e, no primeiro semestre do ano que vem, o Sesc Paulista volta para o número 119 da Avenida.



Artigos relacionados

Exposição Lina Bo Bardi

A exposição Lina Bo Bardi Drawing, da Fundació Joan Miró, que acontece entre os dias 15 de fevereiro e 26 de maio, é sobre o profundo senso de conexão que a artista Lina Bo Bardi (1914-1992) tinha com o desenho.

Iphan discute gestão de patrimônio mundial

Nos dias 13 e 14 de agosto, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional realiza o Seminário Internacional sobre Gestão de Sítios Culturais do Patrimônio Mundial em Goiás. O evento contará com os ministros da Cultura, Turismo, Meio Ambiente

Brasília completa 30 anos como Patrimônio Cultural da Humanidade

Patrimônio Cultural da Humanidade há trinta anos, há quem diga que Brasília seja um tesouro urbanístico desde a concepção, quando ainda era um apenas um projeto de capital idealizado por Lucio Costa. Nesta semana, a cidade comemorou o título que

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta