Dia Mundial do Urbanismo

No dia 08 de novembro é comemorado o Dia Mundial do Urbanismo. A data serve para enaltecer a reflexão acerca do espaço urbano, suas manifestações concretas e transformações que visam melhorar a qualidade de vida da população. É a busca do equilíbrio entre o meio natural e o concreto, por meio de parques e praças verdes, a fim de promover maiores proporções de espaços livre.

A data foi escolhida pela Organización Internacional Del Día Mundial del Urbanismo, fundada em 1949, em Buenos Aires (Argentina), pelo professor Carlos Maria Della Paolera, da Universidade de Buenos Aires.

Ranking

O ranking Connected Smart Cities, da Urban Systems, elegeu São Paulo como a cidade com o melhor urbanismo do Brasil em 2018.Foram analisadas por especialistas 700 cidades em 70 indicadores de 11 principais setores: mobilidade, urbanismo, meio ambiente, energia, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo e governança.

 

 

Curitiba foi eleita a cidade mais inteligente e conectada do Brasil, seguida por São Paulo (SP), Vitória (ES), Campinas (SP) e Florianópolis (SC). Na sexta colocação está o Rio de Janeiro (RJ), seguida por Belo Horizonte (MG), Porto Alegre (RS), Santos (SP) e Niterói (RJ) na 10ª colocação.

 

Fonte: Áreas Verdes das Cidades


Tags:
Urbanismo

Artigos relacionados

Plano Piloto de Brasília

A nova capital foi projetada com um modelo urbanístico inovador. Seu plano piloto adota os preceitos da famosa Carta de Atenas, de 1933. O documento redigido pelo arquiteto franco-suíço Le Corbusier propunha um zoneamento seletivo, com uma divisão de áreas segundo quatro funções: habitar, trabalhar, circular e recrear.

Jaime Lerner completa 80 anos

O arquiteto Jaime Lerner completou 80 anos no dia 17 de dezembro de 2018. Eleito 2º maior urbanista do mundo, Lerner é reconhecido pela trajetória construída em Curitiba. Três vezes prefeito da cidade, ele liderou a revolução que fez do

A soma será melhor por Sérgio Magalhães

A nova cidade precisará se somar à cidade existente ficando onde está. Ao invés de dispersar as construções, concentrar e manter a população.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta