Estudantes brasileiros vencem Prêmio global da Schindler

A premiação, que aconteceu no dia 25 de abril, no Monte Líbano, em São Paulo, teve como tema soluções de arquitetura e design urbano para a área do Ceagesp, de 700 mil metros quadrados.

A equipe vencedora, que recebeu um prêmio de 105 mil dólares, é composta pelos alunos Eduardo Ganança, Luiz Boschi Grecco e Jessica Luchesi, com orientação de Fábio Mariz Gonçalves. Consagraram-se em segundo e terceiro lugares grupos da Suíça e China, respectivamente.

Nessa sétima edição do Prêmio global da Schindler, mais de 150 trabalhos foram avaliados e julgados por alguns profissionais ligados à área de arquitetura e urbanismo, como os brasileiros Ciro Biderman, Adriana Levisky e Carlos Leite e os internacionais Hubert Klumpner e Paola Viganò.

Para acompanhar o ranking completo, basta acessar o site do Schindler: http://www.schindler.com/award/internet/en/news/Nominations2017.html


Artigos relacionados

Obra da fachada do Palácio Gustavo Capanema é concluída

O edifício – um marco da arquitetura moderna no Brasil – passava por uma série de reparos desde 2014. O restauro da fachada do prédio, que já durava cerca de dois anos, foi finalizado nessa semana. A obra foi oficialmente

“As mulheres na arquitetura e a produção de cidades mais inclusivas”

SC abre ciclo de debates “As mulheres na arquitetura e a produção de cidades mais inclusivas”     Em setembro, Santa Catarina receberá a primeira edição de um evento nacional para promover a inclusão das mulheres nas cidades. O Ciclo

As dez obras que fazem do Rio de Janeiro a Capital da Arquitetura

A revista norte-americana de arquitetura e design “Architectural Digest” publicou uma matéria em que indica as dez construções que atribuem ao Rio de Janeiro o título de primeira Capital Mundial da Arquitetura, concedido pela Organização das Nações Unidas para a

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta