Estudantes brasileiros vencem Prêmio global da Schindler

A premiação, que aconteceu no dia 25 de abril, no Monte Líbano, em São Paulo, teve como tema soluções de arquitetura e design urbano para a área do Ceagesp, de 700 mil metros quadrados.

A equipe vencedora, que recebeu um prêmio de 105 mil dólares, é composta pelos alunos Eduardo Ganança, Luiz Boschi Grecco e Jessica Luchesi, com orientação de Fábio Mariz Gonçalves. Consagraram-se em segundo e terceiro lugares grupos da Suíça e China, respectivamente.

Nessa sétima edição do Prêmio global da Schindler, mais de 150 trabalhos foram avaliados e julgados por alguns profissionais ligados à área de arquitetura e urbanismo, como os brasileiros Ciro Biderman, Adriana Levisky e Carlos Leite e os internacionais Hubert Klumpner e Paola Viganò.

Para acompanhar o ranking completo, basta acessar o site do Schindler: http://www.schindler.com/award/internet/en/news/Nominations2017.html


Artigos relacionados

Iphan discute gestão de patrimônio mundial

Nos dias 13 e 14 de agosto, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional realiza o Seminário Internacional sobre Gestão de Sítios Culturais do Patrimônio Mundial em Goiás. O evento contará com os ministros da Cultura, Turismo, Meio Ambiente

Lei Rouanet passará a valer para projetos de arquitetura e urbanismo

O projeto foi oficializado em fevereiro de 2016 e aguarda regulamentação

Brasil consegue 2° lugar em concurso de arquitetura em aço

A equipe da Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo, foi classificada em segundo lugar no 11º Concurso Alacero de Diseño en Acero para Estudiantes de Arquitectura. O primeiro lugar ficou com a equipe da Universidad Finis Terrae, do Chile, e

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta