Exportação da Arquitetura é tema de reunião entre CAU/BR, CAU/SP e Itamaraty

Exportação da Arquitetura é tema de reunião entre CAU/BR, CAU/SP e Itamaraty

Arquitetos e urbanistas brasileiros vêm se destacando cada vez mais no cenário internacional. Com o objetivo de transformar esse reconhecimento em uma maior participação do país no mercado exterior, CAU/BR e CAU/SP promoveram uma reunião com o Ministério das Relações Exteriores para discutir a promoção de ações de capacitação dos profissionais e empresas do setor para que possam vender serviços de Arquitetura e Urbanismo em outros países.

O presidente do CAU/BR, Luciano Guimarães; o presidente do CAU/SP, José Roberto Geraldine Junior; e o coordenador da Comissão de Relações Internacionais do CAU/BR, Fernando Márcio de Oliveira foram recebidos pelo diretor do Departamento de Serviços e Indústria do Itamaraty, Luiz Cesar Gasser. Foram apresentadas as iniciativas do CAU/BR e do CAU/SP na área, como a realização de oficinas de capacitação, seminários internacionais e convênios.

 

Da esquerda para a direita: Diretor do Departamento de Serviços e Indústria do Itamaraty, Luiz Cesar Gasser; o presidente do CAU/SP, José Roberto Geraldine Junior; o presidente do CAU/BR, Luciano Guimarães; e o coordenador da Comissão de Relações Internacionais do CAU/BR, Fernando Márcio de Oliveira

 

Desde 2017, o CAU/BR já promoveu o treinamento de mais de 300 profissionais em várias cidades do país com as Oficinas de Capacitação para o Mercado Exterior. Foram também firmados 13 acordos de cooperação com organizações de arquitetos e urbanistas de países da América do Norte, Europa, Ásia e África. Em 2018, foi firmado um convênio com o CAU/SP para apoiar projetos de internacionalização da Arquitetura Brasileira.

 

PARCERIAS

O diretor do Departamento de Serviços e Indústria do Itamaraty, Luiz Cesar Gasser, reconheceu a Arquitetura Brasileira como um produto de qualidade a ser exportado, e com grande potencial de crescimento. “O objetivo do CAU/BR é criar novos mercados para os arquitetos e urbanistas brasileiros, que vêm ganhando cada vez mais projeção no cenário internacional com grandes conquistas, como o Prêmio do Instituto Real de Arquitetos Britânicos, e convites para exposições de grande destaque, como a Bienal de Veneza”, afirmou o presidente do CAU/BR, Luciano Guimarães.

Na reunião, propôs-se ao Ministério das Relações Exteriores a integração de ações na área de exportação e apoio à continuidade do programa Built by Brazil, programa conjunto da Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (AsBEA) e da Agencia Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil, do governo federal), que já ajudou a prospectar os mercados de Colômbia, Paraguai e Peru, entre outros.

“Nossa intenção é reforçar a importância da continuidade do programa, mantendo as ações para internacionalização da Arquitetura Brasileira”, disse o coordenador da Comissão de Relações Internacionais do CAU/BR, conselheiro Fernando Márcio de Oliveira. O presidente do CAU/SP, José Roberto Geraldine Junior, destacou que 65% dos serviços exportados do setor têm origem no Estado de São Paulo.

“O CAU/SP já promoveu diversas rodadas de negócio, encontros com autoridades estrangeiras e eventos, contribuindo para consolidar nossa autarquia como referência nesse tema”, afirmou.

 

Texto original CAU/BR



Artigos relacionados

Bicicletas ainda carecem de estímulo e proteção

Circulam pelo país cerca de 50 milhões de bicicletas contra 41 milhões de carros, de acordo com um estudo do IPEA. Apesar de estar em vantagem numérica, o transporte de duas rodas carece ainda de ciclovias ou ciclofaixas nas cidades

É nas cidades desiguais que o futuro vai surgir

Paulo Markun   Nos dias que correm, congressos e seminários profissionais costumam olhar mais para o umbigo de seus participantes que para a realidade em torno. Pautas específicas, demandas corporativas, especialização, tudo conspira para que as discussões e debates girem

Terceiro Prêmio Oscar Niemeyer

Estão abertas as inscrições para o 3º Prêmio Oscar Niemeyer para arquitetura latino americana. Uma comissão designada pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), composta por arquitetos e urbanistas de várias regiões do país, será encarregada de selecionar, via edital,

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta