Gustavo Penna: o modernismo se desgastou

Gustavo Penna: o modernismo se desgastou

Gustavo Penna explica a Paulo Markun por que considera a arquitetura modernista dos anos 60 um estilo importante, porém já desgastado.

Penna faz parte do movimento pós-modernista na Arquitetura, que surgiu como uma antítese de seu predecessor, o modernismo, que caracterizou a arquitetura brasileira a partir dos anos 30. Um dos mais importantes arquitetos mineiros dessa geração, foi muito influenciado por Vilanova Artigas, ainda que este não tivesse rompido com o modernismo.

Confira:



Artigos relacionados

Alvaro Puntoni: arquitetura não devia ser exceção

Álvaro Puntoni manifesta preocupação com o hábito da sociedade de tratar a arquitetura como um tema distante, exceção, ou mesmo algo separado da cultura.

Índio da Costa e os ursos himalaicos

Índio da Costa, arquiteto, conta como ganhou um prêmio pelo seu projeto da jaula de ursos himalaicos do zoológico do Rio de Janeiro, em 1965

Produção arquitetônica nas grandes cidades, por Marco Antonio Borsoi

Para o portal Arquitetura e Urbanismo Para Todos do CAU/BR, Paulo Markun entrevistou o arquiteto Marco Antonio Borsoi, ex-presidente do IAB – PE. Carioca de nascimento, Borsoi atua em Pernambuco e vive em Recife. Temas: 00:00 O que é arquitetura? 01:09 O

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta