II Fórum Mundial Niemeyer

A segunda edição do Fórum Mundial Niemeyer acontece entre os dias 26 e 30 de agosto de 2019, no Memorial da América Latina, em São Paulo. No ano passado, o evento teve sua primeira edição realizada no Rio de Janeiro – considerado capital da arquitetura no país.

“Nós escolhemos São Paulo também por ser um marco da obra do meu bisavô e mento Oscar Niemeyer, a cidade que possuí muitos dos seus trabalhos merece o registro de uma edição do nosso Fórum que vem para honrar o legado humanístico de Oscar Niemeyer em construir uma sociedade e cidades mais justas, inclusivas, sustentáveis, eficientes e democráticas, diz Paulo Sérgio Niemeyer – presidente do Instituto Niemeyer de Políticas Urbanas, Científicas e Culturais.

A programação conta com cinco painéis: Artes e Humanidades, Sustentabilidade, Cidades e Planejamento Urbano, Inclusão e Arquitetura. Serão abordados temas, como “Fraternidade sem Fronteiras: Projetos Humanitários para um Mundo Melhor”, “Cidades e Mudanças

Climáticas”, “A Arquitetura e a Estética das Cidades”, “O Legado de Lúcio Costa”, entre outros.

 

A programação completa você confere no site do Instituto Niemeyer.

Para se inscrever, acesse aqui.


Artigos relacionados

Seminário Nacional de Arquitetura e Urbanismo

Estão abertas as inscrições para o “Seminário Nacional de Arquitetura e Urbanismo  – Um Olhar para o Futuro da Profissão”, que será promovido pelo CAU/PE nos dias 21 e 22 de março, no Recife. O evento é  voltado a profissionais

Elizabeth Diller entre as 100 pessoas mais influentes do mundo segundo a revista TIME

A arquiteta Elizabeth Diller, do escritório Diller Scofidio + Renfro, foi novamente nomeada uma das pessoas mais influentes do mundo pela TIME em 2018. A lista anual da TIME Magazine, chamada de “Time 100”, reconhece a conquista dos artistas, líderes,

MOSTRA LE CORBUSIER

O Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, inaugura no dia 16 de junho, sábado, às 14h00, a exposição ‘Experimentando Le Corbusier – Interpretações contemporâneas do modernismo’. Com curadoria de Pierre Colnet e

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta