Jacobsen Arquitetura e suas parcerias

Jacobsen Arquitetura e suas parcerias

Nasceu em 1954 no Rio de Janeiro, graduando-se em 1975, pela Universidade Bennett. Estagiou com o arquiteto Índio da Costa durante dois anos e posteriormente com o urbanista e paisagista Fernando Chacel. Em 1975, viajou para Londres por um período de um ano, no qual cursou a Politecnic School of London, de onde retornou como estagiário para o escritório do arquiteto Sérgio Bernardes. Em 1976 uniu-se a Cláudio Bernardes, filho de Sérgio e juntos criaram a Cláudio Bernardes & Jacobsen Arquitetura. Em 1997, abrem uma filial do escritório, na cidade de São Paulo. Após a súbita morte de Cláudio Bernardes em 2001, Paulo se associa à Thiago, filho de Cláudio e iniciam o novo escritório, que incluía também o arquiteto Miguel Pinto Guimarães, que deixa a empresa em 2003. Em 2007, Bernardo Jacobsen integra a sociedade. A sociedade com Thiago Bernardes se desfaz em 2012, originando a criação da Jacobsen Arquitetura atual, que tem como sócios Paulo e Bernardo Jacobsen e Eza Viegas na área de arquitetura de interiores.


Artigos relacionados

Mario Figueroa fala sobre o Museu da Memória e dos Direitos Humanos, no Chile

Reportagem sobre a arquitetura do Museu da Memória e Direitos Humanos do Chile, criado pelo arquiteto Mário Figueroa.

Casa Sustentável: Angelo Dario

Desde 2008, o engenheiro agrônomo Angelo Dario mora e trabalha em uma ecovila. Sua casa foi construída com terra ensacada, uma técnica iraniana. A união das paredes segue técnica ancestral mexicana de encaixe que dispensa colunas. O acabamento das áreas úmidas utilizou o Tadelakt marroquino.

Em São Paulo, parques naturais municipais estão abandonados desde maio

Não há quem vigie os parques naturais municipais de São Paulo desde maio deste ano. A empresa responsável, a Atlântico Sul Vigilância e Segurança EIRELI, abriu falência em abril. Em maio seus funcionários abandonaram os postos na capital e desde então as unidades de conservação da cidade estão sem vigilância.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta