Lucio Costa: “Registros de uma vivência”

A obra autobiográfica, que apresenta a trajetória profissional e o pensamento de um dos maiores arquitetos e urbanistas brasileiros, será relançada pela Editora 34. O lançamento acontecerá no dia 7 de novembro, às 19h, na livraria da Travessa de Ipanema, no Rio de Janeiro, com a presença de Maria Elisa Costa.

Publicada originalmente em 1995, “Registro de uma Vivência” é formada de textos críticos e memorialísticos, planos, projetos, fotografias e desenhos especialmente escolhidos e compostos pelo autor.

Esgotada há quase 20 anos, a publicação foi reeditada pela Editora 34 em parceria com Edições Sesc SP, respeitando integralmente o projeto gráfico original, acrescida de uma apresentação de Maria Elisa Costa, filha de Lucio, de um índice onomástico, e de um ensaio de Sophia da Silva Telles, que procura decifrar o sentido da obra deste grande arquiteto e urbanista que foi também um dos mais importantes intelectuais brasileiros do século XX.

Registro de uma vivência é o testemunho da figura-chave da arquitetura moderna brasileira.

Com seleção do próprio autor, reúne textos, depoimentos, cartas, desenhos, croquis, projetos e fotografias que cobrem toda a trajetória do autor. Lucio Costa atuou decisivamente na grande revolução cultural que tem início com a Semana de Arte Moderna de 1922, fazendo a ponte entre Le Corbusier, Walter Gropius, Frank Lloyd Wright e Mies van der Rohe, pioneiros que conheceu pessoalmente, e brasileiros em começo de carreira que se agregaram à sua volta como Oscar Niemeyer, Afonso Eduardo Reidy, Carlos Leão, Jorge Moreira e Ernani Vasconcelos.

Via: Archdaily

 



Artigos relacionados

Nova sede do Instituto Moreira Salles, em São Paulo, abre suas portas

A inauguração para o público acontecerá na quarta-feira (20). Nesta terça-feira a sede abre suas portas para convidados com cinco grandes exposições, incluindo “The Clock”, do artista Christian Marclay, que dura um dia inteiro, e fotos da série “Os americanos”,

Dia Nacional do Patrimonio Histórico

Dia 17 de agosto é celebrado o Dia Nacional do Patrimônio Histórico. Promovido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Cultural (IPHAN), a ocasião é uma homenagem à data de nascimento do primeiro presidente do instituto, o advogado e jornalista

Museu de Arte Moderna disponibiliza para download “Brazil Builds”

Em 13 de janeiro de 1943, cidadãos de Nova Iorque – e, de modo geral, arquitetos de todo o mundo – puderam conhecer a arquitetura brasileira. Brazil builds : architecture new and old, 1652-1942 foi a exposição realizada pelo MoMA

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta