METRO Arquitetos, parceria com Paulo Mendes da Rocha

METRO Arquitetos, parceria com Paulo Mendes da Rocha

Fundado em 2000, em S. Paulo, e formado por Martin Corullon e Gustavo Cedroni, METRO é um escritório de arquitetura que desenvolve projetos em diferentes escalas, de instalações temporárias a intervenções urbanas. O trabalho alia uma tradição arquitetônica moderna, proveniente da constante colaboração com o arquiteto Paulo Mendes da Rocha, a uma prática que atende a demandas contemporâneas. Por um lado, trata-se de uma arquitetura na qual a organização material está a serviço do uso coletivo do espaço construído; por outro, considera-se a importância da especulação formal e dos materiais, em uma abordagem que procura reconhecer e apresentar soluções às necessidades e desejos da ampla rede de atores envolvidos na produção do espaço. O projeto é resultado de um procedimento que procura identificar, desenhar e dar forma arquitetônica aos sistemas infra-estruturais do programa, amplificando suas funções e dando lugar a usos imprevistos.

A relação entre as intervenções e o ambiente em que se inserem é especialmente considerada nos projetos do escritório, que busca as mais atualizadas ferramentas para obter a melhor performance ambiental dos artefatos construídos. Desenvolve-se assim uma prática que alia rigor técnico, detalhamento minucioso e pesquisa, e que tem se consolidado com experiências de coordenação e gerenciamento de projetos para obras de grande porte e complexidade.


Artigos relacionados

SescTV disponibiliza documentário sobre Biblioteca Mário de Andrade

Episódio da série Arquiteturas sobre a Biblioteca Mário de Andrade.

Arquitetura Social de Vilanova Artigas

João Batista Vilanova Artigas foi um dos mais importantes arquitetos de São Paulo. Em sua carreira, tanto em projetos como acadêmica, praticou a arquitetura social. Entenda este conjunto de conceitos com este vídeo.

Documentário Bernardes estreia em todo o Brasil dia 19

O filme resgada a vida e obra do arquiteto Sérgio Bernardes e foi dirigido por Paulo de Barros e Gustavo Gama Rodrigues.

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta